terça-feira, 28 de junho de 2016

Sub-17 volta a perder no Mundial

Com nova derrota, dessa vez para o Japão (83-60), a seleção sub-17 segue em ação no Mundial da categoria, mas para a disputa da décima terceira colocação.

O adversário pode ser México ou Coréia.


23 comentários:

Anônimo disse...

Só derrota meu!!

Anônimo disse...

Carniças

Anônimo disse...

Assisti algumas partidas e fiquei assutado com o que vi. Fiquei feliz com a apresentação na copa America, principalmente no jogo contra Estados Unidos e Canadá. Mas acho que após aquelas partidas essas meninas nunca mais pegaram num bola de basquete. Uma falta de atenção, sem ânimo, sem vontade, sem nenhuma jogada organizada. Arremesso que, nem quem nunca pegou numa bola de basquete erraria. Outro fator muito importante é a dependência da jogadora Nicolete. Ela chuta 15/20 vezes para acertar 01. Chute de três então..socorro!
Acho que tinha que deixar essa seleção como permanente. Treinando 8 horas por dia, fazendo amistosos internacionais e com equipes masculinas sub 14/15
Se isso não ocorrer, pode colocar a pá de cal no basquete feminino do Brasil.
Vamos para as Olimpíadas, com Clarissa sem jogar na WNBA e Erika com um péssimo rendimento. Vamos rezar para Iziane se comportar e não se cortada dessa vez. Assim podemos ganhar uma partida pelo menos.
Vamos que vamos vamos meu Brasil baronil!!

Anônimo disse...

A CBB deve tá feliz com esse resultado da sub 17.

Anônimo disse...

Vamos ficar em 14 lugar penúltimo lugar.

Anônimo disse...

Adriano Santos??????????? oi.

Anônimo disse...

A única certeza que temos e que não vamos ficar em último lugar, pois a Nigéria desistiu da competição e ficará na lanterninha. Agora eu só não aguento mais perder, vamos ganhar pelo menos mais joguinho, por favor meninas, caprichem...

Beto disse...

É NITIDO a falta de treino todos os outros times vc percebe um padrão de jogo , um entrosamento entre as jogadoras o Brasil parece que cada partida é um RACHÃO . A técnica tb não ajuda muito quando uma atleta está começando a gostar do jogo ela TROCA e o Brasil perde a diferença . TODOS OS JOGOS FORAM ASSIM , principalmente com as pivôs e a armadora Isadora que pra mim foi a melhor nesse campeonato a mais constante pelo menos . No jogo contra os EUA a pivô Lucinara estava fazendo uma excelente partida na defesa e no ataque tanto que o Brasil ganhou o quarto ai ela me volta com Babalú que sinceramente todas as partidas parecia que estava dormindo em certos momentos enfim é uma geração talentosa que precisa de ajustes , respeito . Fico triste pois estas meninas treinaram 19 dias pra jogar um Mundial . Nessas horas o " NOJO " dessa gestão da CBB aparece com mais vigor infelizmente . Estes caras NÃO DEIXAM nosso basquete sair de onde está . Essa seleção se estivesse sido levado a sério e tratada com carinho poderia terminar entre as 4 primeiras com certeza . Ganhar dos EUA ano passado não serviu pra nada graças a essa gestão MEDONHA que não larga o nosso basquete .

Anônimo disse...

Essa seleção tem jogadoras de potencial e podem render muito mais.Assisti todos os jogos do Brasil e fiquei incrédula com o troca troca dessa técnica incompetente.Quando o time consegue encaixar,avai ela é troca duas.Pareceaté que joga contra.E essa Nicoletti? O que essa menina faz na quadra,as loucuras, as bolas jogadas para o alto ,fico me perguntando porque ela não sai.Rafaela,uma pivô de fato,mas cadê a bola para ela?E as movimentações táticas?A Emanuele é outra jogadora de potencial,e não fica na quadra No jogo contra Mali a Nicoletti arremessou 15 bolas de três e não acertou nenhuma.Dona do time,não sai da quadra.Ta tudo errado.
Confio no potencial dessa seleção sem a Nicoletti e sem a técnica essas meninas podem chegar bem mais longe viu CBB.

Anônimo disse...

parabéns cbb......carlos nunes um dia vc vai conseguir acabar com o basquete feminino pode ter certeza!!!!!!!

Adriano Martins disse...

Isso é uma vergonha,nao pelas meninas e sim pela CBB se nao fosse por ela estraimos bem,se a CBB desse um pouco mais de atenção para as categorias de base e esquecesse o masculino pelo menos um pouco estaríamos BEM,carlos nunes seu lixo LIXOO LIXOOO LIXOOOO CBBLIXO

Anônimo disse...

Triste pelas nossas seleções de base serem tão mal encaminhadas...

Anônimo disse...

O problema não são as jogadoras, são os técnicos.
Vi essa menina Isa desde novinha jogar em Americana e sempre ela fazia o que queria, o resto do time eram coadjuvantes. E vejo hoje que continua a mesma coisa, arremessando muito em hora errada.
Então técnica, o que você está fazendo ai...
Não consegue disciplinar uma garota de 17 anos, então pede para sair.
Grande coisa treinar nos USA, para ela não está servindo para nada, seus fundamentos continuam ruins.

Anônimo disse...

A técnica e muito fraca. Coitada das meninas que carregam a culpa por falta de preparação e orientação lamentável basquete brasileiro feminino

Schineider Oliveira disse...

A CBB eh a grannnnnnnde culpada. Vcs criticam bem , mas perdem o foco nos argumentos...alias, tipico dos brasileiros, parece-me!
Gnt, a C.B.B, tera essa gestao tranquila e sem ser incomodada, ate que ponto? Nenhum brasileiro vai fazer nada ai?
Eu ja estou mexendo meus pauzinhos pra criar em MASSACHUSETTS meu time de basquete feminine chamado walkirias of Cambridge...versao do BOSTON CELTICS pra W.N.B.A

Anônimo disse...

Não tem como uma modalidade SOBREVIVER sem o cuidado e profissionalismo com a base não adianta esses caras tem que SAIR DA CBB de vez . Hoje já está no site do Bala que a dívida aumentou pra 17 milhões ! Meu Deus será que ninguém VAI UM DIA DENUNCIAR isso ? Até quando esses caras vão ficar lá DESTRUINDO NOSSAS SELEÇÕES de Base e o basquete feminino ? Este time tem potêncial pra estar na semi final . 19 DIAS DE TREINO pra um mundial. Uma seleção que ganhou dos EUA gente e esses CARAS fazem isso ! Meu Deus que ABSURDO !

Anônimo disse...

Na verdade, as comissões técnicas, são uma roda de amigos, um coloca o outro e assim vai. A competencia dos técnicos é sempre discutivel, e por isso a jogadora faz o que quer, isso desestimula as outras. Não adianta treinar nos USA,se o material humano é brasileiro!!!
Devemos dar um bastas neste nepotismo e favorecimento, a seleção tem de ser por competência, de técnicos e atletas.
Que na LBF seja obrigado cada time para se inscrever, ter um sub 16, com garotas do seus estado para jogar antes dos times principais, e assim por diante.

Anônimo disse...

O mais irritante desse time é as meninas chegarem no ataque batendo bola e sem dar NENHUM PASSE definir a jogada com um JUMP DE TRÊS PONTOS.

Essa jogada deveria ser simplesmente PROIBIDA pela técnica, mas ao contrário é a JOGADA MAIS COMUM dessa seleção, acontece de 10 à 15 vezes em média por jogo.

A técnica é muito PASSIVA com esse tipo de lance, as atletas fazem várias vezes, errando PRATICAMENTE TODAS, as meninas tiveram eficiência negativa de até -10, um sinal ÓBVIO de que estão prejudicando a equipe e ELA NÃO FAZ NADA, mantém as garotas em quadra como se estivessem fazendo a coisa certa.

Inaceitável que atletas EM FORMAÇÃO joguem assim, sem nenhuma DISCIPLINA TÁTICA.

NENHUMA OUTRA SELEÇÃO joga assim, só o BRASIL, por isso também, entre outros motivos, vamos ficar nas ÚLTIMAS POSIÇÕES NO MUNDIAL SUB-17.

Basquete é JOGO COLETIVO. Que essa campanha desastrosa sirva de LIÇÃO, porque a CBB creio que não vai mudar quanto ao investimento necessário às seleções de base, então que MUDE A MENTALIDADE DOS TÉCNICOS E DAS ATLETAS.

URGENTE.

Anônimo disse...

Quando essa seleção venceu os Estados Unidos e foi vice-campeã da Copa América os elogios para a técnica e para as jogadoras foram poucos perto do feito grandioso alcançado, agora a revoada de urubus aparece para criticar as jogadoras e dizer que a técnica não merece estar na seleção. Se ela não merece, quem merece? Vocês que vem em blog como anônimo para malhar os outros? Me poupe. Não conheço a Anne mas é só olharmos a quantidade de atletas formadas em Americana por ela que hoje são jogadoras profissionais e algumas que ainda estão na base, mas tem muito potencial. E você que está criticando a Anne formou quantas atletas? Ganhou quantos títulos? Cobrar padrão de jogo para uma seleção que treinou 15 dias antes de um Mundial é o cúmulo. Antes da Copa América a equipe treinou muito tempo, fez treino dos Estados Unidos e jogou vários amistosos. Para o Mundial não fizeram 20% do que fizeram para se preparar para a Copa América. Não existe mágica. Cobrem a CBB.

Anônimo disse...

Quem é essa tecnica do Brasil?
Não sei quem é, nunca ouvir falar.....
PODRE E VERGONHOSO!!!!!!
sem mais...

Anônimo disse...

Anônimo das 19:04, isso apenas mostra o quanto você desconhece sobre basquete feminino. Vá se informar antes de comentar.

Anônimo disse...

Anonimo das 11:06 não posso conhecer tudo e a todos ok!!!!
vc conhece tudo e todos PARABENS PRA VC!!!!
Talvez eu nao conheça, mas de basquete entendo mais do que vc.....
Passe bem...

Anônimo disse...

Aqui as pessoas gostam de atacar umas as outras, nao respeitando a opinião alheia.
Opinião cada um tem a sua, criticas foram feitas para servir positivamente e negativamente, ninguem é obrigado a aceitar nada aqui, mas apenas RESPEITE as opiniões dos outros!!!!!

MELHOREM!!!!!