sábado, 20 de dezembro de 2014

Espanha sediará Campeonato Mundial feminino de basquete em 2018

A Espanha foi escolhida como sede da próxima edição do Campeonato Mundial feminino de basquete que será disputado em setembro de 2018, superando Israel, que tinha apresentado candidatura na última hora.

A competição acontecerá no país ibérico quatro anos depois do Mundial para os homens. Neste ano, a competição aconteceu em seis cidades, com a decisão sendo realizada no Palacio de Deportes, em Madri.

No relatório apresentado à Fiba, a candidatura espanhola apresentou "proposta para adotar um inovador sistema de competição e um promoção do torneio, assim como de todo o basquete feminino", de acordo com a feedração do país.

A última edição do Mundial aconteceu na Turquia, entre setembro e outubro. O título ficou com as americanas, que bateram as espanholas na final por 77 a 64. 

Fonte: UOL

domingo, 14 de dezembro de 2014

Meninas da ADCF Unimed ficam em 3º lugar no Sub-17

clip_image002

As meninas da ADCF Unimed garantiram o terceiro lugar no Campeonato Paulista Sub-17 de Basquete com a vitória sobre Osasco por 54 a 50, sábado (13), no Ginásio Mario Antonucci, no complexo poliesportivo do Centro Cívico, em Americana. As principais cestinhas da equipe da técnica Adriana Santos Lopez foram Mariane (16 pontos), Izabela Nicoletti (15) e Maria Paula (14).

Além delas, também participaram da campanha que levou a ADCF Unimed ao pódio da competição estadual as jogadoras Gabriela Soares, Beatriz, Giovanna, Sophia, Letícia, Gessy e Juliane.

"Foi um ano de muitas dificuldades, mas muito produtivo, de aprendizagem, de superação. Tivemos cinco meninas que subiram do sub-13 e tiveram crescimento monstruoso. Estou muito feliz com o resultado final e faço questão de dizer que todas as meninas, sem nenhuma exceção, estão de parabéns", afirmou a técnica Adriana.

LBF tem rodada cheia nessa segunda-feira

Ega_Maranhão

Uma rodada cheia, nesta segunda-feira (15 de dezembro), agita a segunda semana da Liga de Basquete Feminino (LBF) – 2014/15. Serão quatro partidas: Top Therm/Grupo Leonardi/Sicredi/Unimed/Presidente Venceslau x Sport Recife, às 17h00 (de Brasília), no ginásio da UNIESP, em Presidente Venceslau (SP), com transmissão ao vivo pelo SporTV2; Brasília/BasqueteVizi x Basquete Jaraguá, às 20h00 (de Brasília), no ginásio do Clube da Vizinhança, em Brasília (DF); Basketball Santo André/APABA x ADFC Unimed/Americana, às 20h00 (de Brasília), no ginásio Municipal Pedro Dell’Antonnia, em Santo André (SP); e APAB/Barretos x Maranhão Basquete, às 20h00 (de Brasília), no ginásio João Batista Rocha, em Barretos (SP).

O ‘caçula’ Top Therm/Grupo Leonardi/Sicredi/Unimed/Presidente Venceslau e o Sport Recife jogam pela recuperação, já que os dois times foram superados pelo São José/Colinas Shopping no compromisso mais recente, com a equipe paulista jogando em casa e o representante pernambucano atuando como visitante.

“Estamos focadas para realizar um bom jogo, sabemos que não será fácil, mas temos que atuar com intensidade forte, para vencer os jogos em casa, que será muito importante para o decorrer do campeonato”, comenta a experiente Fabi Guedes, do time de Presidente Venceslau, que foi campeã da LBF vestindo a camisa do Sport Recife. “Jogar contra meu ex-clube é sempre difícil, pois tive muitas alegrias quando estive lá, mas hoje defendo as cores do time de Presidente Venceslau, que também tem me dado muitas alegrias”, acrescenta a pivô.

O técnico Rildo Accioly segue trabalhando para entrosar o elenco do Rubro Negro. “A expectativa é que a equipe demonstre evolução, além de termos a chance de contar com a norte-americana Brandie Baker. Precisamos ganhar ritmo, entrosamento e força com o grupo completo; começar dessa forma estava dentro do planejado, já que não existe mágica e precisamos de tempo”, opina.

O Brasília/BasqueteVizi, que abre a sua participação encarando o ‘caçula’ Basquete Jaraguá, entra nesta edição da LBF com um elenco remodelado, contando com seis reforços: Cacá Martins (armadora – ex-São José), Fran Nascimento (pivô – ex-Sport Recife), Micaela Jacintho (ala – ex-Maranhão Basquete), Ariani Silva (armadora – ex-Ourinhos Basquete), Isabela Costa (ala/pivô – ex-basquete universitário norte-americano) e Kananda Benedicto (ala – ex-APAB/Barretos).

“Vai ser um ano muito bom para o time, de bastante responsabilidade para todas as jogadoras, por isso, estamos nos preparando para dar o nosso melhor e estrear de forma satisfatória na competição, contra um time de base jovem, mas que jogou muito bem na estreia. O nosso grupo trabalhou com muita seriedade nos treinamentos, buscando uma identidade”, relata Fran Nascimento, um dos reforços do time do Distrito Federal.

Já o catarinense Basquete Jaraguá, que foi superado pelo Maranhão Basquete na sua estreia, quer manter o quadro de evolução e, desta forma, lutar pela reabilitação. “Vamos seguir com os pés no chão, mantendo o foco e, lógico, iremos atrás da primeira vitória”, relata o técnico Júlio Patrício, do time catarinense.

O Basketball Santo André e a ADCF Unimed/Americana, que venceram na rodada inicial, fazem o clássico paulista, que é também um dos mais importantes do cenário nacional do basquetebol feminino atualmente. No seu primeiro compromisso, o time do Grande ABC passou pelo São José/Colinas Shopping, enquanto que a equipe de Americana bateu a APAB/Barretos, ambos atuando como mandante.

“Sem dúvida, é um clássico e na última vez que enfrentamos este adversário, tivemos uma chance grande de vencer, mas não aproveitamos. Agora, estamos vivendo um momento melhor, fizemos uma boa estreia diante do São José/Colinas Shopping e temos condições de vencer o representante de Americana, mas a atitude defensiva das jogadoras será fundamental para isso, uma vez que se repetirmos o que fizemos na estreia, as chances de sair com um resultado positivo são boas”, analisa a experiente técnica Laís Elena, do Basketball Santo André/APABA.

A técnica da equipe andreense não poderá contar com a armadora Thaissa Frediani, que sofreu uma torção no tornozelo esquerdo na partida de estreia, e com a ala/pivô Sassá Gonçalves, que está realizando um trabalho físico de fortalecimento. “Vai ser um jogo difícil, mas ainda não estou pronta para ajudar a equipe. Estou me recuperando bem e acredito na fase boa do time. Vai ser um belo clássico”, comenta Thaissa.

Para Karla Costa, da ADCF Unimed/Americana, a partida tende a ser bastante equilibrada. “Jogo contra o Santo André é sempre difícil, existe o fator rivalidade, mas sabemos do potencial da nossa equipe. A cada dia nosso trabalho coletivo se torna mais forte”, comenta a ala/armadora.

O time de Santo André detém um título da Liga de Basquete Feminino (LBF), enquanto que a agremiação de Americana possui duas conquistas.

E, complementando a jornada, a APAB/Barretos quer a recuperação contra o Maranhão Basquete. No seu primeiro jogo na competição, o time de Barretos foi superado pela ADCF Unimed/Americana, enquanto que o Maranhão Basquete bateu o Basquete Jaraguá.

“Trabalhamos para a melhora da condição física, conjunto e incorporar uma maturidade de jogo maior, pois, cometemos alguns erros que poderiam ser evitados. Acredito que apresentaremos uma boa evolução com relação ao jogo de Americana. O Maranhão Basquete foi montado para buscar o título e possui uma equipe de altíssimo nível técnico, liderada pela Iziane”, comenta o técnico Alexandre Escame, da APAB/Barretos.

Já a experiente pivô Êga Garvão, do Maranhão Basquete, sabe que o favoritismo não decide nada. “No papel é para entrarmos com superioridade, mas tem que ser assim em quadra. A gente tem que entrar com superioridade para poder fazer um jogo bom para se preparar para o duelo contra a ADCF Unimed/Americana. Só que, se entrarmos da forma como estivemos em alguns momentos de baixa no jogo contra o Basquete Jaraguá, não venceremos em Barretos. Temos que mostrar essa superioridade dentro de quadra”, finaliza.

São José vence segunda partida na LBF

DSC_0025 O São José/Colinas Shopping deu sequencia ao seu bom momento na Liga de Basquete Feminino (LBF) – 2014/15 ao derrotar o Sport Recife, neste sábado (13 de dezembro), por 94 a 50 (42 a 17 no primeiro tempo), em partida válida pela segunda semana, realizada no ginásio da ADC General Motors, em São José dos Campos (SP). Com a vitória, o time comandado pelo técnico Carlos Lima chegou aos seis pontos, em quatro jogos realizados (02 vitórias e 02 derrotas), ocupando a primeira colocação na classificação geral.

A agremiação do Vale do Paraíba esteve no comando das ações desde o começo, vencendo o primeiro quarto com uma diferença de oito pontos (22 a 11) e depois crescendo de produção e aumentando a vantagem consideravelmente no segundo período (23 a 06).

Na volta do intervalo, a partida seguiu o mesmo panorama do período anterior, com a equipe joseense tomando conta do jogo e fazendo a diferença crescer mais um pouco (25 a 15). Nos dez minutos finais, as comandas de Carlos Lima seguiram na frente e chegaram a mais uma vitória na competição (26 a 18).

Os principais nomes da partida foram Isabela Ramona (16 pontos, 09 rebotes e 02 assistências) e a cubana Plutin Tizon (14 pontos e 03 assistências), pelo time paulista; a norte-americana Erica Wheller (17 pontos e 03 rebotes) e Laís Tobias (10 pontos e 02 assistências), em favor da agremiação pernambucaba.

“Jogamos de forma mais solta, como havíamos conversado ao longo dos últimos treinamentos, e as nossas bolas, tanto de dois, como de três pontos, caíram e, com isso, conseguimos impor o nosso jogo e vencemos em casa. Agora, é seguir trabalhando, já que teremos mais jogos duros na sequencia da competição”, comenta a ala Karen Rocha, do São José/Colinas Shopping.

FONTE: LBF

Basquete Jaraguá surpreende, mas é derrotado na estreia da LBF

13DEZ14-02 l Liga de Basquete Feminino l Maranhã x Jaraguá © Paulo de Tarso Jr

13DEZ14-05 l Liga de Basquete Feminino l Maranhã x Jaraguá © Paulo de Tarso Jr

13DEZ14-06 l Liga de Basquete Feminino l Maranhã x Jaraguá © Paulo de Tarso Jr 

Única equipe do Sul do Brasil a disputar a Liga de Basquete Feminino (LBF), o Jaraguá do Sul (SC) fez sua estreia neste sábado (13). Fora de casa, encarou o Maranhão, um dos times cotados ao título da temporada. Superando a falta de entrosamento, em virtude do pouco tempo de treinamento, as comandadas de Julio Patricio fizeram uma boa apresentação, mas acabaram superadas por 66 a 59 no Ginásio Castelinho, em São Luís (MA)

Caçula da competição, a jovem equipe de Jaraguá soube suportar bem a pressão adversária. A diferença no placar oscilou de doze a apenas um ponto em favor das donas da casa e acabou terminando em sete pontos. E sete foi exatamente a quantidade de lances livres desperdiçados pelas jaraguaenses, em oito tentativas, fato que poderia ter mudado a história da partida.

Lembrando que o elenco do Basquete Jaraguá é composto por atletas reveladas nas categorias de base do município, promessas do basquete nacional (com passagem por Seleções Brasileiras de base) e jogadoras ‘veteranas’. O grupo conta com três estrangeiras: a armadora Sthefany Thomas, da Seleção Argentina; a também armadora Leyda Macías, da Seleção Equatoriana; e a pivô Yuli Cruz, com passagem pela Seleção Cubana.

“O jogo foi bom. No primeiro quarto nós acabamos sentindo o peso da estreia, o peso de ser um grupo jovem, de garotas que até esse ano ainda estavam jogando campeonatos juvenis”, analisou Patricio. “Fiquei muito feliz com a produção delas. Depois de passado o nervoso do primeiro quarto, as coisas começaram a se equilibrar e o mais legal de tudo é saber que a gente tem muito a crescer ainda”, acrescentou.

Cestinha da equipe com 18 pontos, a armadora argentina Sthefany Thomas também gostou da primeira apresentação do Jaraguá. “Fizemos uma boa estreia, fora de casa, contra uma equipe forte e tradicional. Creio que conseguimos realizar o nosso jogo, colocar em prática do que vínhamos trabalhando nos treinos, e mostrar o trabalho do basquete que vem sendo executado na cidade de Jaraguá do Sul”, disse.

Outros destaques da equipe na partida de estreia foram a pivô Yuli Cruz e a ala Leila Zabani, que alcançaram 12 pontos no índice de eficiência, que é uma somatória das assistências, bolas recuperadas, tocos, subtraída pelas bolas perdidas e faltas cometidas.

A Liga de Basquete Feminino (LBF) prossegue para o Jaraguá nesta segunda-feira (15). Também fora de casa, as jaraguaenses encaram o Brasília, às 20h, no ginásio do Clube da Vizinhança. Desta vez a partida não terá televiosionamento, mas será possível acompanhar a equipe no perfil da LBF redes sociais Twitter e Facebook. Julio Patricio segue com dois desfalques: a armadora equatoriana Leyda Macías ainda corre atrás de seu visto de trabalho no país. Já a pivô Leidy, que seu recupera de uma operação no joelho.

Mantida pela Associação Jaraguaense de Pais e Amigos do Basquete, o Basquete Jaraguá, a equipe de Jaraguá do Sul é patrocinada por Havan, Jo Lever, Balaroti, FCB/Trimania, Kaiapós, Pampas Grill, Assessoritec, Splendore Imóveis, J Marcelino, Grupo Dupla Net e Start Academia, além do total apoio da Prefeitura de Jaraguá do Sul, por intermédio da Fundação Municipal de Esportes e Turismo.

---

Sobre o adversário:

---

O Brasília abre a sua participação na LBF encarando o Basquete Jaraguá. Entra nesta edição com um elenco remodelado, contando com seis reforços: Cacá Martins (armadora – ex-São José), Fran Nascimento (pivô – ex-Sport Recife), Micaela Jacintho (ala – ex-Maranhão Basquete), Ariani Silva (armadora – ex-Ourinhos Basquete), Isabela Costa (ala/pivô – ex-basquete universitário norte-americano) e Kananda Benedicto (ala – ex-APAB/Barretos).

---

Tabela:

---

13/12/2014 – 14h – Maranhão (MA) 66 (35)x(30) 59 Jaraguá

15/12/2014 – 20h – Brasília (DF) x Jaraguá

07/01/2015 – 20h – Jaraguá x Sport (PE)

09/01/2015 – 20h – Jaraguá x América (PE)

13/01/2015 – 20h – Americana (SP) x Jaraguá

15/01/2015 – 20h – Barretos (SP) x Jaraguá

17/01/2015 – 18h – Santo André (SP) x Jaraguá

24/01/2015 – 18h – Jaraguá x São José (SP)

26/01/2015 – 20h – Jaraguá x Presidente Venceslau (SP)

--

31/01/2015 – 18h – São José (SP) x Jaraguá

02/02/2015 – 20h – Presidente Venceslau (SP) x Jaraguá

07/02/2015 – 18h – Jaraguá x Barretos (SP)

09/02/2015 – 20h – Jaraguá x Americana (SP)

21/02/2015 – 18h – Jaraguá x Santo André (SP)

02/03/2015 – 20h – Sport (PE) x Jaraguá

04/03/2015 – 19h30 – América (PE) x Jaraguá

14/03/2015 – 18h – Jaraguá x Maranhão (MA)

16/03/2015 – 20h – Jaraguá x Brasília (DF)

---

Elenco:

---

#4 Débora [Débora Carolina Kuhnen, armadora, 17 anos, 1,65m, 56kg, categorias de base ]

#5 Duda [Maria Eduarda Papp, armadora, 17 anos, categorias de base]

#6 Beatriz [Ana Beatriz Aparecida de Oliveira, pivô, 19 anos, ex-Osasco (SP)]

#7 Izabella [Izabella Frederico Sangalli, ala/armadora, 19 anos, 1,81m, 68kg, ex-Americana (SP)]

#8 Ângela [Ângela da Silva Paradzinski, ala/pivô, 18 anos, 1,80m, 80kg, categorias de base]

#9 Leyda [Leyda Susana Macías Burgos, armadora, 30 anos, 1,65m]

#11 Kawani [Kawani Silva Dantas Firmino, ala, 19 anos, 1,84m, ex-Osasco (SP)]

#12 Leidy [Leidilania da Silva Ferreira, pivô, 21 anos, 1,88m, 79kg, ex-Rio Clario (SP)]

#13 Letícia [Letícia de Oliveira Senff, ala/pivô, 17 anos]

#14 Mônica [Mônica Fernanda da Silva Nascimento, pivô, 24 anos, 1,90m, ex-Ourinhos (SP)]

#15 Yuli Cruz [Yulianne Rodriguez Cruz, pivô, 32 anos, 1,85m, 80kg, ex-Rio Claro (SP)]

#16 Leila [Leila Zabani, ala, 23 anos, 1,81m, 73kg, ex-Rio Claro (SP)]

#18 Ana Pauli [Ana Carolina Pauli, ala/pivô, 17 anos, 1,81m, 60kg, categorias de base]

#17 Aline [Aline Oestereich, pivô, 24 anos, 1,80m, 60kg, categorias de base]

#19 Daphner [Daphner Pezavento Porto, pivô, 19 anos, 1,90m, ex-Osasco (SP)]

#21 Sthefany Thomas [Sthefany Thomas, armadora, 25 anos, 1,79m]

Técnico: Julio Cesar Patricio

Auxiliar: Jéssica Dhremer

Preparador Físico: Adriano José Moras

Basquete Feminino do Espectros larga na frente na final do Paraibano

Time da capital derrotou a Facisa em Campina Grande por 61 a  25 e está a uma vitória do título estadual


patrycia_campos_Espectros_basquete_feminino A equipe de basquete feminino do João Pessoa Espectros derrotou na noite desta quinta-feira (11) o time da Facisa de Campina Grande no ginásio do SESI, na Rainha da Borborema por 61 a 25 na primeira partida da final do campeonato Paraibano.
Com um ritmo forte desde o início de jogo, as meninas do Espectros abriram 35 a 8 ao final do primeiro tempo. Na metade final, o técnico Adriano Lucena aproveitou para descansar o time titular e o rendimento das fantasminhas caiu um pouco; mesmo assim, a equipe se manteve à frente do placar, vencendo a segunda metade por 26 a 17.
As duas equipes voltam a se enfrentar na próxima quinta-feira (18), no ginásio da do Unipê, na capital. Uma nova vitória garante o título estadual para o Espectros, o primeiro já no seu ano de estreia. Na primeira fase da competição, o Espectros já havia vencido ambos os compromissos contra a Facisa, dentro e fora de casa.
Confiante em mais uma vitória, o presidente da equipe, Guto Sousa, revelou que o time está preparando uma surpresa para a torcida para comemorar o que pode ser o primeiro título da equipe no basquete:
"O jogo da próxima quinta contará com a presença, na torcida, da maioria dos jogadores da equipe de futebol americano, que disputarão a final do Brasileiro no próximo domingo, em Curitiba. Além dos atletas, levaremos a taça que trouxermos do Paraná para apresentá-la aos torcedores. E, é claro, esperamos que seja a de campeão." afirmou o dirigente.

Adversário desiste e ADCF Unimed fica em 3º lugar no Sub-19

Mesmo sem jogar, a ADCF Unimed garantiu o terceiro lugar do Campeonato Paulista Sub-19 de Basquete. A equipe do técnico Virgil Lopez iria à quadra neste sábado (13) para enfrentar Barretos, em Barretos, mas a FPB (Federação Paulista de Basquete) comunicou a desistência do adversário. Assim, o time de Americana foi declarado vencedor pelo placar de 20 a 0 e teve homologada pela entidade a terceira colocação.

Virgil Lopez fez avaliação positiva da temporada 2014 para o sub-19 da ADCF Unimed. "Tivemos algumas dificuldades no início em razão da equipe ser baixa e jovem, mas aos poucos fomos nos ajustando. Apostamos num estilo de jogo com mais velocidade, fugindo do tradicional, e as meninas compraram a ideia, foram guerreiras, se dedicaram. Em alguns momentos, sei que fui carrasco, mas foi para o bem delas. Estou muito satisfeito e elas estão de parabéns", disse o técnico francês.

sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Brasília apresenta reforços e sonha com classificação para playoffs da LBF

Lanterna da última edição da Liga de Basquete Feminino (LBF) sem conquistar nenhuma vitória, o Brasília entra no segundo ano confiante em um desempenho melhor. O time do técnico Marco Aurélio apresentou mais dois reforços nesta sexta-feira e ajusta os últimos detalhes para a estreia na competição, na próxima segunda, contra o Jaraguá, em casa.

- Ano passado, éramos a caçula do campeonato. Esse ano já temos experiência e o objetivo é ir para os playoffs, fazendo uma campanha que vai surpreender a todos - afirmou o treinador.

Recentemente, chegaram à capital federal a lateral Kananda Benedicto, de 19 anos, que estava no Ourinhos Basquete e a ala/pivô Isabela Costa, de 22 anos, que vinha atuando no basquete universitário dos Estados Unidos.

- O time é novo, tem jogadoras experientes e estou muito animada. Esse é um estilo de jogo diferente, mas estou adaptada. A gente quer surpreender no campeonato. Chegamos com um novo time e queremos superar as expectativas. Vamos batalhar pra isso e é por isso que estamos treinando forte - afirmou Isabela.


Além das duas, o Brasília já havia anunciado as contratações de outros três reforços: a pivô Francielle Nascimento (ex-Sport Recife) e as armadoras Cacá Martins (ex-Maranhão Basquete) e Ariani Silva (ex-Ourinhos). Para Kananda, será uma grande oportunidade poder atuar com jogadoras experientes e com passagem pela seleção brasileira.

- Espero pegar bastante experiência. O time tem meninas muito experientes, como a Micaella, a Cacá e a Ariane. Acho que é um time mais maduro e tenho a expectativa de que vamos bem nesse campeonato - disse a jogadora.


A estreia do Brasília contra o Jaraguá está marcada para esta segunda, às 20h, no ginásio do Clube Vizinhança da 108/109 Sul. Os ingressos são gratuitos e distribuídos no local a partir das 14h mediante doação de um quilo de alimento não perecível ou um brinquedo em bom estado de conservação.

Fonte: Globoesporte.com

Após primeira vitória, Débora destaca S. José confiante para enfrentar Sport


Começar a semana com vitória é bom. Ainda mais se o triunfo vier depois de duas derrotas no início de uma competição. Na equipe feminina do São José Basquete, a semana começou assim: de ânimo revigorado. 

Após perder para América-PE e Santo André nas duas primeiras rodadas da Liga de Basquete Feminino, as joseenses conseguiram a reabilitação na última segunda-feira, 8, ao bater Presidente Venceslau por 50 a 47, na casa do adversário. A vitória não somente interrompeu a sequência negativa, como também aumentou a confiança do time para o próximo compromisso no nacional, neste sábado, contra o Sport Recife, às 18h, no ginásio da ADC GM.

Antes do triunfo sobre Presidente Venceslau, as joseenses ressaltaram que a confiança do time não tinha sido abalada com as duas derrotas. Mas também enxergam que a primeira vitória elevou o moral do grupo para a próxima partida. A armadora Débora Costa é uma das que vê a equipe animada para tentar o segundo resultado positivo na LBF.

– Todos trabalham em busca de vitórias, conquistas. Mesmo fazendo dois bons jogos contra o América e o Santo André, ficamos devendo essa vitória para nós mesmas. A equipe vem fazendo um bom trabalho. Agora, estamos mais confiantes para buscar a segunda vitória, sábado, dentro de casa – comentou a camisa 5, bicampeã da LBF por Americana.

Nesses três primeiros jogos do São José, Débora aponta a marcação, o ritmo de jogo e volume do time como pontos positivos da equipe neste começo de campeonato. Porém, enxerga a necessidade de melhora do aproveitamento no ataque e do fim das oscilações durante os jogos.

O embate contra o Sport Recife é o primeiro jogo em casa do time nesta temporada e, ao mesmo tempo, o último do ano e da equipe na ADC GM. Após a partida, o São José volta a jogar somente em janeiro de 2015. Quando for mandante, receberá os adversários em casa nova. Isso porque a ADC GM será desativada no fim deste mês e não poderá mais receber as partidas do time. A Organização Social São José Desportivo e a prefeitura afirmam que estão em busca de um novo ginásio. Mas, por enquanto, ainda não definiram o local.

A partida deste fim de semana marca também a estreia de Débora em São José dos Campos. Contratada no início da temporada, a armadora ex-Americana defendeu os joseenses nos Jogos Regionais, nos Jogos Abertos do Interior e nas três primeiras rodadas da LBF. Todas as partidas, porém, foram longe do município do interior de São Paulo.

– Quero a vitória, em primeiro lugar. Sabemos que será um jogo difícil. Não conhecemos o adversário. Espero fazer um bom jogo e ajudar a equipe a sair com a segunda vitória na LBF – destacou.

O Sport Recife fez apenas um jogo na quinta edição da LBF. No último sábado, 6, estreou no campeonato no clássico pernambucano contra o América-PE e foi derrotado por 92 a 26. Nesta temporada, a equipe foi reformulada para a competição. Após chegar às últimas finais, perdeu atletas importantes e o técnico Roberto Dornelas para o América. Diante disso, precisou renovar totalmente o elenco e começou a treinar pouco tempo antes do começo da LBF.

Fonte: Globoesporte.com 

Recreativa conquista o bicampeonato da Série A2 do Paulista

Matheus Urenha / A Cidade

A Recreativa/ABEC/SME entrou em quadra na noite desta quinta-feira (11) com a missão de ratificar o bicampeonato da Série A2 do Paulista de Basquete Feminino já na segunda partida da série melhor de três diante do XV de Piracicaba. E conseguiu! Em casa, no Ginásio Ignácio Luiz Pinto, a equipe comandada pelo técnico Márcio Marolo venceu o rival por 61 a 53 e soltou o grito de bicampeão - no jogo inicial, já havia vencido por 67 a 58, em Piracicaba.

A primeira taça estadual da Recra foi conquistada em 2012, sobre o Rio Claro. Nesta quinta, a equipe ribeirão-pretana contou com atuações destacadas da ala/pivô Issy e da lateral Jennifer, cestinhas da partida com 13 pontos. A armadora Aruzha foi outra peça fundamental para o êxito do time. Desde o início da partida, a jogadora comandou as ações ofensivas da Recra.

O primeiro quarto terminou com o marcador em 18 a 10 para a Recra, que teve o apoio do confiante torcedor. A primeira metade da partida se encerrou ainda com o placar favorável ao time ribeirão-pretano: 18 a 12 (36 a 22 no intervalo).

No terceiro quarto o panorama da partida se modificou. Com o elenco desgastado e reduzido, a Recra não conseguiu manter o ritmo e o XV de Piracicaba venceu o terceiro quarto por 16 a 11 (47 a 38). A partir daí, Recra e XV de Piracicaba alternaram acertos e erros, de modo que a diferença se manteve neste patamar até o fim. A equipe piracicabana venceu o último quarto por 15 a 14, mas perdeu o jogo por 61 a 53.

Em êxtase com mais um título da Série A2 do Campeonato Paulista, o técnico Márcio Marolo afirmou que a vitória diante do XV de Piracicaba foi da “superação”, que ele classificou como sendo a marca do bicampeonato da equipe ribeirão-pretana.

“Tive a felicidade de reunir um grupo bom e unido dentro e fora da quadra, superamos muitas dificuldades. Ser bicampeão com o menor orçamento da Série A2 significa muito para gente”, disse o treinador.
A armadora Aruzha também destacou o espiríto de luta da equipe. “Fomos aprendendo a se unir, foi merecido pelas dificuldades que passamos”.

Fonte: Jornal A Cidade

Confiante em boa campanha, Maranhão Basquete se apresenta para disputa da LBF

De olho na Liga de Basquete Feminino (LBF), o Maranhão Basquete se apresentou na noite dessa quarta-feira, no Hotel Praia Mar, em São Luís-MA. No primeiro contato muita confiança em superar as campanhas anteriores.

A bola laranja começa a rolar para o MB, neste sábado, às 14h (horário de Brasília), contra o Basquete Jaraguá-SC, no Ginásio Castelinho, na capital maranhense.

A apresentação da nova equipe do Maranhão Basquete foi feita pelo diretor técnico da equipe Manoel Cid que comentou sobre a carreira de cada uma das jogadoras que compõem o elenco na temporada 2014/15. 

Dentre os destaques do MB, está a maranhense Iziane Castro. A camisa 8 é uma das esperanças do torcedor maranhense para que nesta temporada o Maranhão Basquete consiga chegar à decisão pela primeira vez, já que nos torneios anteriores, o MB foi eliminado nas semifinais.

E a confiança em Iziane é facilmente explicada. A maranhense é a principal cestinha da LBF nas últimas temporadas. Nas edições 2011/12 e 2012/13, Iziane teve a melhor média de pontos da competição: 26,8 e 20,1, respectivamente. Na temporada passada, foi a segunda maior pontuadora da liga com 15,4 pontos.

Além da permanência de Iziane, o Maranhão Basquete se reforçou com outras jogadoras experientes, como é o caso da pivô Êga e a lateral Wivian. A equipe maranhense contará, mais uma vez, com atletas estrangeiras: a lateral norte-americana Matee Ajavon e a armadora cubana Oyanasis Gelis.

- O time está se formando. Vamos trabalhando em busca do melhor. Sabemos que o resultado é a longo prazo. Por isso, vamos fazer o trabalho como deve ser feito, sem pressão. Só gostaria que o torcedor acredite na gente - disse a técnica do Maranhão Basquete Lisdevi Pompa.

Um detalhe positivo neste elenco do Maranhão Basquete é a presença de atletas maranhenses. Ao todo, a equipe contará com quatro atletas locais. Além de Iziane, o MB confirmou os retornos de três atletas maranhenses para integrar a equipe na LBF. Após uma temporada atuando pelo Rio Claro, a ala Maria Cláudia Teixeira está de volta ao MB assim como a armadora Rayana e a ala Dalina.

Elenco do Maranhão Basquete

Jogadoras: Iziane (lateral), Maria Cláudia (ala), Fernanda (armadora), Grazi (pivô), Wivian (ala), Êga (pivô), Vitória (ala/pivô), Letícia (ala/pivô), Matee Ajavon (ala/armadora), Dalina (ala) Rayana (armadora), Clenia (pivô), Gelis (armadora), Laís (armadora) e Kelly (pivô)

Comissão técnica: Lisdeivi Pompa (técnica), Paulo César Ribeiro (auxiliar-técnico), Fabiano Furtado (preparador físico) e Murilo Dias (fisioterapeuta)

Dirigentes: Herberth Lima (presidente), Manoel Cid (diretor-técnico), Hermílio Nina (diretor administrativo) e Francisco Neto (diretor de Marketing) 

Fonte: Globoesporte.com

quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

Recra sai na frente na decisão do Campeonato Paulista Feminino da Série A-2



O XV/Unimep/Amhpla/Selam perdeu o primeiro confronto válido pela decisão do Campeonato Paulista Feminino da Série A-2 – 2014 para a Recra/ABEC/SME, por 67 a 58 (32 a 22 no primeiro tempo), na noite de terça-feira (09 de dezembro), mesmo atuando no ginásio Municipal Waldemar Blatkauskas, na cidade de Piracicaba (SP). O confronto foi válido pela primeira partida da série melhor-de-três doplayoff – final.
O alvinegro piracicabano apresentou um bom inicio, mas aos poucos permitiu o crescimento da equipe de Ribeirão Preto, que aproveitou as chances de contra-ataques para abrir diferença e fechar o primeiro quarto em vantagem (20 a 11). Durante o segundo período pouca coisa mudou e as visitantes mantiveram a vantagem no placar para fechar o primeiro tempo com vitória.
A equipe quinzista voltou melhor para o terceiro quarto e com o apoio de sua torcida conseguiu virar. A Recreativa respondeu e novamente reverteu a vantagem, ficando um ponto a frente (41 a 40). No último quarto, o time piracicabano não conseguiu manter o ritmo e exagerou nos erros de finalizações, o que permitiu o crescimento da equipe de Ribeirão Preto, que voltou para casa com a vantagem na serie.
Para o técnico Ariel Rodrigues, a equipe quinzista esteve irreconhecível e muito abaixo daquilo que apresentou nas últimas partidas. “Erramos em demasiado e agora precisamos reverter à vantagem fora de casa”, analisa. “Somos uma boa equipe e precisamos manter o grupo unido e o foco no título paulista”, completa a Jady de Sousa, também da equipe da casa.
A cestinha da partida foi Aruzha Lima, da Recra/ABEC/SME, com 26 pontos. Pelo XV, a pivô Nathália Lourenço fez 17 pontos e foi a maior anotadora.
A segunda partida da série melhor-de-três será disputada nesta quinta-feira (11 de dezembro), às 19h00 (de Brasília), no ginásio Ignácio Luiz Pinto (Recreativa), na cidade de Ribeirão Preto (SP). Se vencer, a equipe da casa garante a conquista do título.
A terceira partida, se necessária, será realizada na sexta-feira (12 de dezembro), ás 20h00 (de Brasília), novamente em Ribeirão Preto (SP).
Fonte: LBF

Brasília/Vizinhança contrata Kananda e Isabela Costa para LBF

O Brasília/BasqueteVizi anunciou, nesta quarta-feira (10 de dezembro), as contratações de mais duas jogadoras visando a disputa da Liga de Basquete Feminino (LBF) – 2014/15. De acordo com a coordenadora Renata Ribeiro chegaram ao Distrito Federal, a lateral Kananda Benedicto, de 19 anos, ex-Ourinhos Basquete e APAB/Barretos, e ala/pivô Isabela Costa, de 22 anos, que vinha atuando no basquete universitário norte-americano.
“As duas atletas já estão trabalhando conosco, se adaptaram muito bem ao clube e ao nosso elenco e estão dentro do perfil da equipe, que é contar com elenco de base jovem, com futuro altamente promissor. A nossa equipe vive um momento importante, pois está se reforçando para a segunda participação na LBF e o Clube da Vizinhança tem nos dado todo o respaldo, com o novo diretor de esportes, Antônio Carlos (Toinha), nos ajudando bastante”, comenta Ribeiro, relatando que mais algumas jogadoras podem chegar nos próximos dias.
O Brasília/BasqueteVizi já havia anunciado as contratações das seguintes atletas: Francielle Nascimento (pivô – ex-Sport Recife), Cacá Martins (armadora – ex-Maranhão Basquete) e Ariani Silva (armadora – ex-Ourinhos).
O representante do Distrito Federal abre sua participação na Liga de Basquete Feminino (LBF) – 2014/15 no dia 15 de dezembro (segunda-feira), às 20h00 (de Brasília), em Brasília (DF), enfrentando o ‘caçula’ catarinense Basquete Jaraguá.
Fonte: LBF

sábado, 6 de dezembro de 2014

Em Recife: América 92 x 26 Sport

America_Sport

O Uninassau/América manteve o 100% de aproveitamento na Liga de Basquete Feminino (LBF) – 2014/15 ao derrotar o estreante Sport Recife, neste sábado (06 de dezembro), por 92 a 26 (38 a 15 no primeiro tempo), atuando no ginásio Wilson Campos (SESC Santo Amaro), em Recife (PE), na sequencia da primeira semana. Com a vitória no derby da capital pernambucana, o time comandado pelo técnico Roberto Dornelas chegou aos quatro pontos, decorrentes de dois resultados positivos, liderando a competição.

O jogo começou nervoso, com as duas equipes errando bastante, especialmente no setor ofensivo. Na parte final do quarto, o time da casa jogou mais no garrafão abriu vantagem de sete pontos, aproveitando que o adversário, que conta com elenco remodelado, não foi feliz na busca dos arremessos de média e longa distância (14 a 07). No segundo período, o jogo seguiu trucando e marcado pelas bolas perdidas, mas com o Uninassau/América bem melhor e fazendo a vantagem crescer (24 a 08).

Na volta do intervalo, os dois times voltaram mais ligados, mas isso não modificou o panorama, que seguiu o mesmo, com o América conseguindo impor o seu ritmo, marcando mais forte e fazendo a diferença crescer bastante (32 a 04). No quarto final, o time comandado pelo técnico Roberto Dornelas seguiu com seu domínio absoluto e chegou com tranquilidade ao seu segundo resultado positivo no campeonato (22 a 07).

Os principais nomes da partida foram Nádia Colhado (15 pontos), a norte-americana Tamera Young (14 pontos e 03 assistências) e a aniversariante Adrianinha Moises (13 pontos, 03 rebotes e 07 assistências), pelo time da casa; e Laís Tobias (08 pontos), em favor do visitante.

“Não fizemos um bom primeiro tempo, especialmente na marcação, deixando as jogadoras do adversário trabalhar bastante a bola. Já no segundo, acertamos isso, aumentamos o ritmo e a grande vantagem se deu a partir daí”, analisa o técnico Roberto Dornelas, do Uninassau/América.

“A nossa equipe está no início do trabalho, temos reforços para serem adicionados ao grupo e a tendência é de crescimento com a sequência da competição”, opina o técnico Rildo Acciolly, do Sport Recife, que agradeceu o apoio do torcedor de sua equipe.

A competição prossegue nesta segunda-feira (08 de dezembro), ás 20h00 (de Brasília), com o duelo isolado entre o ‘caçula’ Top Therm/Grupo Leonardi/Sicredi/UNIMED/Presidente Venceslau e o São José/Colinas Shopping, em Presidente Venceslau (SP), na abertura da segunda semana da Liga de Basquete Feminino (LBF) – 2014/15.

Basquetebol feminino do XV está na final do Campeonato Paulista A2

Sheila Nunes, lateral e pivo do basquetebol do XVA equipe de basquetebol adulto feminino do XV/Unimep/Amhpla/Selam fez uma apresentação de gala na noite desta sexta-feira, dia 05 de dezembro e derrotou o APAB/Guarani/Barretos por 88x93 (39x42 no primeiro tempo) em partida disputada no CEMEI “Tenente Afonso Câmara Filho, o “Vendo América”, na cidade de Barretos.

Com a vitória fora de casa, a equipe do técnico Ariel Rodrigues faz 2x1 na serie semifinal e garante vaga para a decisão do Campeonato Estadual Divisão Especial A-2 Feminina.

O elenco piracicabano, a exemplo do que apresentou diante de sua torcida na noite da última terça-feira, dia 02, quando venceu Barretos por 68x66, foi perfeito na terceira partida da semifinal.

A equipe entrou em quadra concentrado e dominou o jogo em todo decorrer do primeiro tempo com excelente aproveitamento nos contra-ataques e finalizações.

Na volta para a terceira etapa, o basquetebol XV continuou comandando a vantagem no placar e não deu chances para a reação das donas da casa, que até a fase semifinal estavam invictas na competição estadual.

Com eficiência no sistema defensivo e belas finalizações da equipe quinzista, tornou-se praticamente impossível que Barretos pudesse virar o placar naquelas alturas da partida. O XV, por sua vez, teve paciência suficiente para aproveitar o bom momento no jogo e liquidar a semifinal para garantir seu lugar na decisão do Campeonato Paulista A-2.

A cestinha da equipe piracicabana foi Sheila (lateral/pivô) com 19 pontos.

O técnico Ariel Rodrigues disse que o elenco evoluiu na hora certa, principalmente após a campanha apresentada nos Jogos Abertos. “Houve disciplina tática em toda partida e isso é resultado do trabalho. Agora é manter a seriedade nos treinamentos e preparar-se para as partidas que definirão o campeão paulista.” – disse Ariel.

O outro finalista do Campeonato Paulista A-2 Feminina será definido no confronto semifinal entre Divino/Jundiaí e Recra/ABEC/SME, de Ribeirão Preto.  As finais serão definidas em confronto melhor de três partidas e devem ser agendadas para a próxima semana.

sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

No mesmo Osasco, Fabianna Manfredi conquista título como treinadora

fabi_15anos Sempre acompanhei com muito interesse as novas jogadoras que surgiram no basquete feminino. Ao longo desses meus vinte e três anos de basquete, foram muitas que eu acompanhei, vibrei por convocações, fiquei feliz por conquistas…

Entre essas atletas esteve a ex-armadora Fabianna Manfredi, de quem eu acompanhei quase toda a carreira. Há cinco anos ela nos surpreendeu com o anúncio do encerramento precoce de sua carreira nas quadras, que teve seu ponto mais alto na conquista da prata no Mundial Sub-21 (2003).

Na época, Fabianna já vislumbrava uma carreira como treinadora.

Ao longo desses anos ela trabalhou em silêncio e nessa semana fui surpreendido com a notícia de que o time de Osasco (com o qual Fabi conquistou títulos como jogadora nas categorias de base) havia sido campeão paulista sub-13.

Na comissão técnica do time, há outra ex-jogadora da geração de Fabianna: Priscila Souza, a Peixe, agora preparadora física.

As meninas de Osasco ficaram com o ouro ao superar as equipes de Valinhos, Hortolândia e Santa Bárbara D’Oeste.

Parabéns a todos os envolvidos pela conquista!

 

sub13osasco

Não percam: Documentário “A Mágica e a Rainha” nos canais ESPN

 

Estreou essa semana na ESPN Internacional o documentário “A Mágica e a Rainha”.

Trata-se de um filme parte de um projeto de memória olímpica da ESPN.

Como o nome sugere, é esse o episódio dedicado a Paula e Hortência na série.

E o trabalho é primoroso.

Durante um bate-bola nos dias atuais, a Mágica e a Rainha relembram conquistas, contam “causos”, entremeados com entrevistas com as próprias, personalidades da modalidade (como Janeth, Marta, Maria Helena Cardoso), jornalistas (como Melchiades Filho) e imagens do generoso arquivo da ESPN Brasil.

É incrível!

Assisti aos trinta minutos do filme com um sorriso no rosto e emocionado de lembrar o que essas duas fizeram.

Não tive tempo de avisar sobre a exibição de estreia (no dia 3/12), mas seguem abaixo os horários de reprise:

ESPN Internacional: 05/12 (HOJE, 15h) e 7/12 (10h),

ESPN Brasil: 08/12 (3h), 12/12 (2h e 6h) e 13/12 (17h30min)

São Paulo fica com o título do Brasileiro Sub-17

322

Depois de um primeiro tempo bastante equilibrado (26 a 22), a seleção paulista feminina conseguiu abrir vantagem sobre as cariocas no terceiro quarto ampliando a vantagem para 32 pontos (62 a 30). O Rio de Janeiro tentou uma recuperação no último período e chegou a vencer por 12 a 10, mas não foi suficiente. São Paulo levantou o troféu de campeão com o placar final de 72 a 42. O principal nome da partida foi a carioca Mayara Leôncio, com 21 pontos. Por São Paulo, Lays da Silva e Aline Moura marcaram 15 pontos.


"Sabíamos da dificuldade que seria uma final contra o Rio de Janeiro. Mas eu tinha muita confiança nas meninas. O Rio veio com todas as suas forças, mas em jogo longo como o do basquete soubemos manter o ritmo com frieza e rodando bastante as meninas. As duas equipes estão de parabéns. Outras seleções também fizeram uma boa competição como Paraná e Santa Catarina. O mais importante é que foi um campeonato maravilhoso e com grandes revelações e jogos. Para o basquete é enriquecedor. Gostaria de agradecer pela oportunidade de partilhar desses momentos", analisou o treinador paulista, Luis Augusto Cardoso, que comanda a equipe do Bradesco/Osasco (SP).


Para as cariocas restou o orgulho de ter lutado bravamente até o fim.


"Gostaria de elogiar a minha equipe em primeiro lugar que fez uma grande partida. Estamos buscando uma melhora no nível dos campeonatos cariocas, e isso faz com que as meninas tenham o preparo e consigam manter o ritmo da partida durante os quarenta minutos. O cansaço bateu e tive pouca opção de rotação. Na minha opinião, foi a melhor partida de São Paulo no campeonato. O time todo certinho e bem treinado, com um volume de jogo muito grande. O Rio jogou bem e segurou até aonde deu. Foi uma belíssima partida para todos que estavam assistindo", declarou o comandante carioca Agostinho Ferreira D'Almeida.

Na disputa da medalha de bronze feminina, a Seleção do Paraná voltou a ganhar o clássico da região sul do país ao garantir a vitória sobre Santa Catarina por 49 a 42 (19 a 18). O último confronto entre as duas equipes foi na última edição do Brasileiro da categoria (Mato Grosso do Sul/2013), também na disputa do terceiro lugar, com vantagem para as paranaenses. Esta é a quinta vez consecutiva que o Paraná conquista a terceira posição no Campeonato Sub-17. A maior pontuadora da partida foi Maria Paula Albiero (PR) com 17 pontos, enquanto a melhor catarinense foi Letícia Senff com nove.


"Esse é o quinto ano seguido que o Paraná conquista a medalha de bronze. Conseguimos nos manter na posição, sabendo que São Paulo tem essa supremacia na categoria. A nossa briga é sempre nos aproximarmos cada vez mais do Rio de Janeiro", pontuou o técnico Cláudio Henrique Lisboa, que há cinco anos está na comissão técnica paranaense.

Os escolhidos para a Seleção Ideal Feminina do Campeonato Brasileiro Sub-17 foram as armadoras Maria Paula Albiero (PR) e Mayara Leôncio (RJ), a ala Mariane Carvalho (SP) e as pivôs Aline Cezário (SP) e Letícia Josefino (RJ). A cestinha foi a ala Caroline Gomes (DF) com 108 pontos. A armadora Larissa Carneiro (SP) foi a melhor nas assistências com 21 no total, enquanto a reboteira do campeonato foi a pivô Mariana Dias que somou 43.

 20141129_161630

Breve Comentário: Consegui no sábado assistir a partida entre São Paulo 99 X 28 Minas Gerais e fiquei bem impressionado com o que vi. A seleção paulista jogou de maneira organizada, sem abusar dos arremessos de longa distância mesmo com a facilidade do jogo. A geração me pareceu homogênea, com pivôs leves e versáteis. Mesmo na seleção de Minas, havia uma pivô bem interessante. Apesar de tudo e de todos, os talentos seguem brotando por aqui. Pena que cada vez mais permitir evolução e sobrevida a eles.

Semifinal Barretos x Piracicaba empatada na A2

 Jady Barbosa, da equipe de basquetebol feminino do XV de Piracicaba

Está tudo empatado na semifinal do Campeonato Estadual Divisão Especial A-2 Feminina, envolvendo a equipe de basquetebol adulto feminino do XV/Unimep/Amhpla/Selam e o APAB/Guarani/Barretos, que derrotou a representação piracicabana na noite desta quinta-feira, dia 04, em Barretos, pelo placar de 70x63 (33x29 no primeiro tempo) na segunda partida do confronto melhor de três partidas entre as duas equipes.

Com a vitória da representação de Barretos e o resultado positivo conquistado pelo elenco quinzista na terça-feira, dia 02, em Piracicaba por 68x66, o confronto semifinal será decidido nesta sexta-feira, dia 05, a partir das 19h, no CEMEI “Tenente Afonso Câmara Filho, o “Vendo América”, na cidade de Barretos.

A cestinha da equipe piracicabana na noite desta quinta-feira foi a pivô Nathália que converteu 16 pontos.

Na avaliação do técnico Ariel Rodrigues, a equipe piracicabana jogou bem em boa parte da partida, mas exagerou nos erros durante o terceiro quarto e Barretos aproveitou para abrir 11 pontos de vantagem.

“Na realidade foi um jogo amarrado no primeiro tempo e a terceira etapa foi ruim para nós, mas a equipe reagiu e melhorou bastante na última etapa. Faltou pouco e por isso acredito que podemos conquistar a vaga para a decisão” – destaca Ariel.

Basquetebol feminino do XV quebra invencibilidade de Barretos

Equipe piracicabana vence o adversário em casa e sai na frente no duelo semifinal

Kiara, do basquetebol feminino do XV de Piracicaba

A equipe de basquetebol adulto feminino do XV/Unimep/Amhpla/Selam venceu na prorrogação o primeiro confronto da fase semifinal do Campeonato Paulista A-2 pelo placar de 68x66 (58x58 no tempo normal) e saiu na frente na serie decisiva melhor de três partidas contra a representação do APAB/Guarani/Barretos.

Além da vitória espetacular conquistada no último segundo com a bola convertida pela pivô Carolina Nunes da Costa, a equipe do técnico Ariel Rodrigues ainda conseguiu quebrar a invencibilidade de Barretos, que foi o líder da fase classificatória com 10 vitórias.

O que se viu desde o início do primeiro quarto foi uma partida disputada e com vantagens no placar revezando-se a todo instante para as duas equipes, apesar da pequena vantagem de Barretos que venceu a primeira etapa por 11/15 e ainda levou a melhor no final do primeiro tempo: 21x25.

No terceiro quarto, a equipe comandada pelo técnico Ariel Rodrigues voltou com uma atitude mais ofensiva e aos poucos foi apresentando melhoras, mas o adversário continuou à frente e vencia por 39x41.

Mas, as emoções estavam reservadas para os últimos momentos do quarto tempo, quando a pivô Jaqueline converteu dois lances livres e colocou o XV à frente a 25 segundos do final. O Barretos empatou a 6 segundos e o resultado de 58x58 forçou a prorrogação.

Aliás, as decisões em prorrogações já viraram especialidade do elenco adulto feminino de Piracicaba, foram outras duas nos Jogos Abertos, uma na semifinal e outra na decisão contra São Bernardo do Campo.

Mas hoje, a história seria diferente. Falou mais alto o talento e o espírito de equipe do elenco quinzista com a vitória diante do forte adversário, até então invicto na competição.

Para o pivô Carolina, o arremesso no final de uma prorrogação ocorre naturalmente, nem dá tempo de pensar em nada, é soltar a bola e torcer para ela cair. “É uma emoção fazer o último ponto, mas não conquistei nada sozinha, é um grupo vencedor e que trouxe a energia dos Jogos Abertos para a partida de hoje à noite.”

Para a amadora/lateral Tamara Mariana Costa, a união da equipe foi fundamental para o sucesso do trabalho, nada acontece sem essa força do grupo. “Agora é manter a concentração e enfrentar os desafios fora de casa.”

O técnico Ariel Rodrigues disse que os resultados dos Jogos Abertos deram a confiança necessária para que o grupo acreditasse em seu potencial e isso foi demonstrado hoje com a vitória diante da forte equipe do Barretos.

As cestinhas piracicabanas no confronto contra Barretos foram Jaqueline da Silva (pivô) com 19 pontos e Kiara de Oliveira (armadora/lateral) com 14 pontos.

Venceslau fecha acordo com capitã da seleção argentina para a LBF

Small_pavon


Depois de frustrado um acordo com a desconhecida americana Talia, a equipe de Presidente Venceslau teria feito um acordo com a ala da seleção argentina Sandra Pavon para a LBF.
É o que informa pelo twitter o Femibasquet.

Santo André/APABA estreia na LBF – 2014/15 com vitória sobre o São José/Colinas Shopping

SantoAndre_SaoJose_02

O Basketball Santo André/APABA fez sua estreia na Liga de Basquete Feminino (LBF) – 2014/15 com uma vitória sobre o São José/Colinas Shopping, ocorrida na noite desta quarta-feira (03 de dezembro), por 64 a 58 (28 a 21 no primeiro tempo), atuando no ginásio Municipal Pedro Dell’Antonnia, na cidade de Santo André (SP), dando sequencia a primeira semana.

O primeiro quarto começou em ritmo forte, porém com as duas equipes cometendo alguns erros ofensivos, mas na parte, final os dois times conseguiram um melhor rendimento e terminaram iguais (13 a 13). No segundo, o jogo manteve o mesmo panorama, com as agremiações intercalando boas jogadas, com alguns erros e marcações fortes, com isso o time de Santo André, dirigido pela experiente Laís Elena, abriu uma vantagem de sete pontos (15 a 08).

Na volta do intervalo, o São José/Colinas Shopping começou melhor e baixou a diferença, chegando a ficar próximo, mas não manteve o ritmo no final e o time andreense voltou a abrir vantagem de seis pontos (18 a 19). Nos dez minutos finais, a equipe visitante, comandada pelo técnico Carlos Lima (Carlinhos), entrou determinada a buscar o resultado e baixou a vantagem do rival, mas no momento decisivo valeu a experiência do conjunto andreense que soube controlar bem o placar favorável e venceu na sua estreia (18 a 18).

Os principais nomes da partida foram Jaqueline Silvestre (17 pontos, 07 rebotes e 03 assistências) e Tássia Carcavalli (17 pontos, 01 rebote e 02 assistências), pelo time do Grande ABC; Débora da Costa (12 pontos, 02 rebotes e 03 assistências) e a cubana Plutin Tizon (12 pontos e 11 rebotes – double-double), em favor do representante do Vale do Paraíba.

“É muito importante começar vencendo, já que na temporada passada pagamos um preço alto por não iniciar bem o campeonato. Entramos em quadra com bastante foco e determinadas a buscar o resultado positivo”, relata Jaqueline Silvestre, do Basketball Santo André/APABA.

“Acho que faltou um pouco de concentração ao nosso time em momentos importantes do jogo e isso foi determinante para o resultado final. Agora, é focar a recuperação”, comenta Karen Gustavo, do São José/Colinas Shopping.

A Liga de Basquete Feminino (LBF) – 2014/15 prossegue no sábado (06 de dezembro), às 11h00 (de Brasília), com o derby da capital pernambucana, reunindo Uninassau/América e Sport Recife, no ginásio Wilson Campos (SESC Santo Amaro), em Recife (PE).

América estreia na Liga de Basquete Feminino (LBF) com vitória difícil sobre o São José

America_SJose_01

O ‘caçula’ Uninassau/América estreou na Liga de Basquete Feminino (LBF) – 2014/15 com uma emocionante vitória sobre o São José/Colinas Shopping, por 75 a 73 (32 a 28 no primeiro tempo), atuando no ginásio Wilson Campos (SESC Santo Amaro), em Recife (PE), na manhã deste domingo (30 de novembro). A partida, válida pela rodada de abertura, foi bastante acirrada e decidida nos segundos finais.

O time visitante esteve melhor no primeiro quarto, explorando bem o trabalho da pivô cubana Plutin Tizon; com isso, fechou na frente (15 a 19). No segundo, a equipe da casa foi crescendo e a partir da metade do período, igualou as ações e passou a comandar o marcador, com boa performance da lateral norte-americana Tamera Young (17 a 09).

Na volta do intervalo, a partida seguiu o desenho do período anterior, com a equipe pernambucana conseguindo um melhor rendimento e fazendo a diferença crescer mais um pouco, com boas presenças da armadora Adrianinha Moisés e da pivô Érika de Souza, pelo time da casa, e a jovem Isabela Ramona, em favor do visitante (25 a 15).

No quarto final, o São José/Colinas Shopping partiu para a reação, logo encostou e lutou bastante pela vitória, com destaque para Débora da Costa e Plutin Tizon, mas equipe da casa conseguiu manter-se a frente e garantiu o resultado positivo em sua estreia na Liga de Basquete Feminino (18 a 30).

Os principais nomes da partida foram Érika de Souza (20 pontos e 12 rebotes – double-double), Adrianinha Moisés (14 pontos e 06 assistências) e a norte-americana Tamera Young (14 pontos, 03 rebotes e 05 assistências), pelo time pernambucano; a cubana Plutin Tizon (25 pontos e 10 rebotes – double-double), Débora da Costa (12 pontos e 03 assistências) e Isabela Ramona (11 pontos, 05 rebotes e 02 assistências), em favor da agremiação paulista.

“O jogo foi complicado e as nossas jogadoras estavam um pouco nervosas, sentindo essa estreia , que também marcou o primeiro jogo da nossa equipe na competição nacional. Mas, o time conseguiu crescer no momento certo e conquistou uma vitória importante, contra um adversário qualificado. A tendência é de crescimento daqui para frente”, analisa o técnico Roberto Dornelas, do Uninassau/América.

A Liga de Basquete Feminino (LBF) – 2014/15 tem prosseguimento na quarta-feira (03 de dezembro), ás 20h00 (de Brasília), em Santo André (SP), com a partida isolada entre o Basketball Santo André/APABA e o São José/Colinas Shopping.

Fonte: LBF

sábado, 29 de novembro de 2014

Por indisciplina, americana Talia é dispensada do elenco de Venceslau


Americana Talia, reforço do time de basquete feminino de Presidente Venceslau (Foto: João Paulo Tilio / GloboEsporte.com)
A pivô americana Talia está fora do elenco do basquete de Presidente Venceslau. A decisão foi tomada pela comissão técnica em meio aos Jogos Abertos do Interior, em Bauru. Segundo o técnico Flávio Prado, a atleta não disputa a Liga de Basquete Feminino (LBF).
- Algumas atitudes dela não condizem com as normas de conduta que queremos no nosso time. É uma pena, tentamos de tudo, mas não teve jeito. Tivemos que afastá-la nos Abertos e comunicar sua rescisão - explica Prado.
Natural da Filadélfia, cidade do Estado da Pensilvânia, nos Estados Unidos, a atleta nem chegou a jogar pelo time venceslauense. A pivô de 1,94m e 103kg, está há um mês no Brasil e veio como esperança de revezar com as outras atletas da mesma posição no grupo que estreia em dezembro na LBF.

Com 23 anos, a americana fazia companhia à conterrânea Amanda Nicole, atleta de Venceslau há quase quatro meses. Com a baixa inesperada, Prado diz que irá observar o mercado.

- Temos uma condição física controlada e trabalhamos com os pés no chão. É ruim perder uma atleta que estávamos contando, mas iremos fazer tudo com calma e dentro da nossa realidade. Na LBF são muitos jogos seguidos e isso pesa com um elenco pequeno.

Próximos desafios
Presidente Venceslau estreia na liga nacional no dia 8 de dezembro, em casa, às 20h, contra São José. Na sequência, o time do Oeste Paulista faz mais três jogos em seus domínios.

Fonte: Globoesporte.com

‘Caçula’ América e São José jogam em Recife neste domingo na sequencia da primeira rodada da LBF – 2014/15

O ‘caçula’ Uninassau/América estreia na Liga de Basquete Feminino (LBF) – 2014/15 recebendo a visita do São José/Colinas Shopping, neste domingo (30 de setembro), às 11h00 (de Brasília), no ginásio Wilson Campos (SESC Santo Amaro), em Recife (PE). A expectativa é da presença de um grande público para acompanhar o primeiro jogo da equipe pernambucana na competição nacional.
Comandado pelo técnico Roberto Dornelas, o time pernambucano conta com um elenco forte e, mesmo disputando a competição pela primeira vez, entra como um dos favoritos. Os destaques da equipe são: Adrianinha Moisés (armadora – ex-Sport), Tainá Paixão (armadora – ex-Sport), Tatiane Pacheco (lateral – ex-Sport), Iza Andrade (lateral – ex-Sport), a norte-americana Tiffany Hayes (lateral – ex-Atlanta Dream/EUA), a norte-americana Tamera Young (lateral – ex-Chicago Sky/EUA), Erika de Souza (pivô – ex-Atlanta Dream/EUA), Nádia Colhado (pivô – ex-Atlanta Dream/NBA), Ingrid (pivô – ex-Sport) e a norte-americana Sandora Irvin (pivô – ex-Sport).
“Trabalhamos bastante visando esta estreia, mas nenhuma equipe vai iniciar a competição no seu potencial máximo e, creio que o nosso esteja com 70% de sua capacidade. Temos o objetivo inicial de estar entre os três primeiros nesta fase de abertura do campeonato, para depois lutar para chegar ao título”, explica Dornelas, que sabe que será uma estreia difícil.
“Uma estreia é sempre cercada de muita expectativa e gera um pouco de nervosismo, mas esperamos iniciar bem, mesmo sabendo que vamos encarar uma equipe de qualidade, que foi renovada, mas se manteve forte, contando com jogadoras de Seleção Brasileira”, completa o técnico do América.
Já o São José/Colinas Shopping terá uma equipe renovada. O técnico Carlos Lima contará com a base que esteve na última temporada, com alguns reforços que chegaram. As caras novas do grupo são estas: a uruguaia Vico Souto (armadora – ex-Guarulhos), Débora Costa (armadora – ex-Americana), Patty Teixeira (lateral – ex-Ourinhos Basquete) e Joice Coelho (ala – ex-Ourinhos Basquete). Outros destaques são: Isabela Ramona, Karina Jacob, Karen Rocha e a cubana Plutin Tizon.
“Nosso grupo é muito unido, alegre. A nossa meta é fazer um bom campeonato, mas sabemos que todos querem ganhar o título e conosco não é diferente. As equipes se prepararam bem e virão fortes, por isso, acredito que será um campeonato bastante equilibrado”, comenta a jovem Carol Ribeiro, uma das revelações da base do time joseense.
O São José/Colinas Shopping chega embalado pela conquista do título dos Jogos Abertos do Interior, disputados em Bauru (SP), derrotando o Basketball Santo André/APABA na decisão.
Fonte: LBF

Americana estreia com vitória sobre o Barretos na Liga de Basquete Feminino (LBF) – 2014/15




A atual campeã ADCF Unimed/Americana abriu sua participação na Liga de Basquete Feminino (LBF) – 2013/14 com uma vitória sobre a APAB/Barretos, por 97 a 50 (46 a 30 no primeiro tempo), em duelo realizado na manhã deste sábado (29 de novembro), no ginásio Municipal Centro Cívico, na cidade de Americana (SP).
O primeiro quarto foi totalmente dominado pelo time da casa, que soube explorar bem o elenco jovem do adversário, que errou bastante (oito), permitindo a abertura de vantagem (26 a 08). No período seguinte, foi a vez do representante de Americana cometer alguns erros, que também foram bem aproveitados pela representação de Barretos, que esteve melhor e venceu o quarto por dois pontos (20 a 22).
Na volta do intervalo, a ADCF Unimed/Americana imprimiu um ritmo forte, semelhante ao primeiro quarto, e fez a vantagem crescer mais um pouco. O time de Barretos realizou algumas boas jogadas, mas seguiu cometendo erros em excesso, muitos deles em virtude do nervosismo de suas jovens atletas (20 a 08).
No quarto final, a equipe de Americana manteve o ritmo e chegou ao resultado positivo no seu início de caminhada em busca de mais um título da LBF (29 a 12).
Os principais nomes da partida foram Karla Costa (19 pontos), Damiris do Amaral (19 pontos, 09 rebotes e 03 assistências) e a cubana Ariadna Felipe (17 pontos, 09 rebotes e 04 assistências), para o time da casa; a norte-americana Chloe (15 pontos e 02 rebotes) e Barbara (13 pontos, 07 rebotes e 01 assistência), em favor do visitante.
“Fizemos um bom jogo, apesar dos erros que ainda aconteceram, o que é até normal em uma estreia. Iniciar a competição vencendo é sempre bom e temos que seguir trabalhando para buscar crescimento nas próximas rodadas”, analisa a ala Karla Costa, do time de Americana.
“Nós fizemos um jogo com dois momentos distintos, o começo, quando sentimos o peso da estreia, com as jogadoras sentindo o nervosismo de estrear numa competição nacional, e outro em que jogamos de forma mais equilibrada. Mas, a expectativa é que a equipe cresça ao longo da temporada, pois o nosso trabalho é novo”, comenta o técnico Alexandre Escame, do representante de Barretos.
A rodada de abertura da competição prossegue neste domingo (30 de novembro), com a partida isolada entre o Uninassau/América e o São José/Colinas Shopping, às 11h00 (de Brasília), no ginásio Wilson Campos (SESC), em Recife (PE).
Fonte: LBF

São Bernardo do Campo é campeã da primeira divisão do basquete feminino

São Bernardo ficou com o ouro do basquete feminino da primeira divisão dos 78º Jogos Abertos Horácio Baby Barioni. O time do ABC venceu neste sábado (29), Piracicaba por 80 a 77.

Natália de Piracicaba foi a cestinha da partida com 23 pontos. O jogo foi emocionante e o ouro para São Bernardo só veio na prorrogação de cinco minutos, após o empate em 66 a 66 no tempo normal. Os placares parciais demonstram o equilíbrio na partida, com São Bernardo vencendo somente o primeiro quarto por 15 a 10. Piracicaba venceu o segundo e terceiro quartos, por 25 a 21 e 20 a 19. O último quarto foi 11 a 11.

Na prorrogação, as meninas disputaram cada bola. Os últimos segundos foram emocionantes com São Bernardo vencendo por 79 a 77 e Piracicaba na eminência de empatar com dois lances livres. Porém, o time piracicabano não converteu os arremessos. Foi a vez do time do ABC ter dois lances livres, converter um apenas e comemorar o ouro.

VOVÓ

A pivô Alessandra Oliveira é o destaque do experiente time de São Bernardo. A experiência é tão relevante que levou a equipe a disputar os Jogos Abertos sem técnico. “Eu sou a vovó dessas meninas. Não ter técnico às vezes influi”, comenta Alessandra.

Ela completa 41 anos dia 2 de dezembro. A jogadora mais nova de São Bernardo é Débora, 26 anos. Já Alessandra tem 26 anos só de quadra. “Ela passa segurança e a gente não sente pressão”, comenta Débora ao falar de Alessandra.

A pivô chegou à seleção brasileira em 1993 e, no ano seguinte, foi campeã mundial. Foram 12 anos inquestionáveis como titular da seleção. Disputou as principais ligas de basquete feminino da Europa e a WNBA, a liga norte-americana.

Fonte: JC Net

sexta-feira, 28 de novembro de 2014

Seletiva de Basquete Feminino do Projeto Na Cesta – São Bernardo do Campo

Cartaz Na Cesta

São José fatura título dos Abertos do Interior e viaja para estreia na LBF

1417185675podio_bf_sjdc_ouro_(3_of_3)

O quinteto do técnico Carlinhos Lima entrou em quadra mais ofensivo, bem diferente daquele que perdeu na estreia, pelo mesmo Santo André. No primeiro quarto, São José dos Campos tomou a inciativa de ir ao ataque e venceu por 16 a 12.

Já no segundo período, a equipe do ABC conseguiu equilibrar as ações, principalmente com boa defesa, que impediu o esquadrão joseense de ampliar a vantagem. O placar ficou na igualdade em 11 pontos, e São José fechou o primeiro tempo em 27 a 23.

Equilibrado

De volta do período de descanso, o esquadrão andreense chegou a ficar próximo de igualar o marcador. Mas o time do Vale do Paraíba retomou a calma e ampliou a vantagem e venceu o terceiro quarto por 17 a 7.

No último período o Santo André saiu vitorioso e ameaçou encostar nos minutos finais. Carlinhos pediu tempo para orientar e acalmar as jogadoras. Os segundos finais foram eletrizantes, mas uma cesta da armadora Débora selou a vitória joseense e fez a torcida presente vibrar de alegria.

Do lado de São José dos Campos começaram como titulares Débora, Patty, Karen, Plutin e Karina. Carol, Ramona e Fabi entraram no decorrer do jogo.

Liga Feminina

Nesta sexta-feira à tarde, o time embarca para Recife (PE), onde estreia na Liga de Basquete Feminino (LBF), que chega à quinta edição. O jogo será no domingo (30), às 11h, contra o América, montado neste ano com a base da equipe e comissão técnica campeãs na temporada 2012/13 e vice em 2013/14 com a camisa do Sport (Americana conquistou o título), formado por estrelas da Seleção Brasileira e WNBA.

Participante da LBF nas três últimas edições (só não participou da primeira), o São José chegou em terceiro lugar na temporada passada. Nas duas anteriores – 2011/2012 e 2012/2013 -, a equipe ficara na quarta colocação.

Elenco nos Jogos Abertos

Armadoras: Débora, Carol, Vico

Alas: Karen, Patty, Ramona, Joice, Estela, Maíra

Pivôs: Plutin, Karina, Fabi, Vitória

Técnico: Carlinhos Lima

Supervisor: Maurício Iannicelli

Equipe joseense de basquete feminino

Mantenedora: Prefeitura de São José dos Campos

Gestora: São José Desportivo

Incentivadora: Shopping Colinas

Fonte: Jogando Juntos

Americana x Barretos abre quinta edição da Liga de Basquete Feminino

A Liga de Basquete Feminino (LBF) – 2014/15 será aberta neste sábado (29 de novembro), ás 10h00 (de Brasília), no ginásio Municipal Centro Cívico, na cidade de Americana (SP), com a partida entre a ADCF Unimed/Americana, atual campeã, e o ‘caçula’ APABA/Barretos. O jogo terá transmissão ao vivo pelo SporTV.

A equipe de Americana, comandada pelo experiente técnico Antônio Carlos Vendramini, manteve a base da última temporada e trouxe alguns reforços, com isso figura entre os favoritos. As caras novas são: Palmira Marçal (lateral ex-Sport), Damiris do Amaral (pivô – ex-Minnesota Lynx/EUA) e Patrícia Chuca (ala – ex-Ourinhos). Outros nomes importantes do elenco são Karla Costa, Clarissa dos Santos, Joice Rodrigues e a cubana Ariadna Felipe, eleita a jogadora mais valiosa (MVP) da última temporada.

Vendramini_Americana

"Temos treinado de forma muito intensa e acredito que vamos fazer uma estreia bem legal. O ideal seria estar disputando algum torneio, como os Jogos Abertos, por exemplo, para ter ritmo de jogo, mas, independentemente desta situação, estamos preparados. Nosso grupo é maduro e sabe que terá muitas pedreiras pela frente, mas todos nós, diretoria, comissão técnica e jogadoras, estamos bem focados na disputa", comenta Vendramini.

“Vencer o Campeonato Paulista nos deixou mais motivadas. Estamos vivendo um momento delicado em Americana e no basquete feminino em geral e sabemos o quanto vencer é importante e todas as equipes precisam disso. Sabemos que a APAB/Barretos vem motivado a se firmar no cenário nacional, por isso todo foco e comprometimento serão fundamentais em todas as partidas”, acrescenta a ala/armadora Karla Costa, também do time de Americana.

Já o ‘caçula’ APAB/Barretos estreia na competição com um elenco de base jovem, com vários nomes promissores, que serão acompanhados por algumas atletas mais experientes. Entre os reforços estão: Maria Carolina (ala/pivô – ex-Unimed/Americana), as norte-americanas Richa Jackson (ala – ex-Duke University) e Chloe Wells (armadora – ex-Duke University) e Bárbara Souza (pivô – ex-Rio Claro). Outros nomes importantes do elenco são Kananda Benedicto, Emily Silva e Maila Ciciardi.

Barbara_Barretos

“Nossa equipe é a mais jovem do campeonato e a grande maioria das jogadoras entrará em quadra pela primeira vez na LBF. Temos o objetivo de fazer um bom jogo, controlar a ansiedade e o nervosismo para apresentar um bom basquetebol. Enfrentaremos a melhor equipe do Brasil na atualidade e sabemos que teremos grandes dificuldades, pois todas as atletas do time de Americana têm grande experiência e qualidade”, analisa o técnico Alexandre Escame.

“Embora contemos com um grupo jovem, posso afirmar que temos um grande potencial a ser desenvolvido durante a LBF. Posso afirmar também que teremos uma equipe bem jovem e que buscará a alta competitividade a todo o momento”, acrescenta o treinador do time de Barretos, que trabalhou por muitos anos na equipe masculina do COC/Ribeirão Preto, compondo a comissão técnica de Lula Ferreira e dirigindo os times de base.

SOCIAL

O público que for ao Centro Cívico poderá participar de ação promovida pela equipe de Medicina Preventiva da Unimed. Será instalada no local a tenda do projeto "Viver Bem", que oferecerá serviços como aferição da pressão arterial, cálculo IMC (Índice de Massa Corpórea) e teste de flexibilidade, além de orientações sobre alimentação e prática de exercícios.

COMPETIÇÃO

A Liga de Basquete Feminino (LBF) – 2014/15 será disputada entre os dias 29 de novembro de 2014 e 27 de abril de 2015, reunindo dez equipes, que estarão brigando pelo título da quinta edição da competição nacional. O sistema de disputa é o seguinte: na fase inicial, os times jogam entre si, em turno e returno, e os oito melhores classificados avançam ao playoff – quartas-de-final. Posteriormente, ocorrem as etapas do playoff – semifinal e final, sempre em melhor-de-três partidas.

Os participantes da LBF – 2014/15 são estes: ADCF Unimed (Americana), Sport Recife (Recife), São José/Colinas Shopping (São José dos Campos), Maranhão Basquete (São Luís), Basketball Santo André/APABA (Santo André) e Brasília/Vizinhança (Brasília), remanescentes da última temporada; Uninassau/América (Recife), APAB/Barretos (Barretos), Basquete Jaraguá (Jaraguá do Sul) e Top Therm/Grupo Leonardi/Sicredi/Unimed/Presidente Venceslau (Presidente Venceslau), que estarão estreando. Essas equipes representam quatro estados – São Paulo, Pernambuco, Maranhão e Santa Catarina – e o Distrito Federal.