terça-feira, 3 de maio de 2016

Ingressos para o Jogo das Estrelas começam a ser distribuídos nesta sexta-feira



O torcedor que quiser acompanhar a grande festa do basquete feminino no Jogo das Estrelas da LBF CAIXA já sabe como poderá garantir seu ingresso. Neste sexta-feira (06/05) e também no próprio sábado (07/05), dia do evento, os torcedores poderão trocar seus ingressos na bilheteria do Ginásio do Taquaral, em Campinas (SP), das 10h às 16h (de Brasília).  

Nesta edição do Jogo das Estrelas os ingressos não serão vendidos e sim distribuídos. Com isso, cada torcedor poderá garantir no máximo cinco (5) ingressos para o evento que reúne as maiores estrelas do principal campeonato de basquete feminino do Brasil através do número de seu CPF.

Barbosa reconhece dificuldades, mas "pensa grande" para as Olimpíadas

Link: aqui!

Franca e Venceslau abrem o Paulista Feminino de Basquete nessa quarta-feira

O Campeonato Paulista Feminino – 2016 será aberto nesta quarta-feira (04 de maio), com a partida entre o ‘caçula’ Franca BC/FEAC e o Top Therm/Unimed/Grupo Leonardi/Sicredi/Presidente Venceslau, às 20h00 (de Brasília), no ginásio Municipal Poliesportivo Pedro Murilla Fuentes (Pedrocão), na cidade de Franca (SP).

O Franca BC, que é comandado pelo técnico Alexandre Borges, estreia na elite do estadual, contando com elenco bastante aguerrido e de base jovem. “Estamos cientes das dificuldades que teremos pela frente por estarmos no começo de um trabalho, mas jogaremos em casa e a expectativa é fazer um bom jogo. O time está focado, mesmo com o grupo em formação, vamos lutar por um bom resultado, sabendo também que iremos enfrentar uma equipe que possui uma estrutura maior no adulto e vem embalado da disputa da LBF”, comenta o treinador. 

“Queremos, pelo menos, dar trabalho e mostrar que viemos com o objetivo de fazer um bom campeonato”, complementa Borges.

O elenco francano apresenta uma mescla de atletas jovens e algumas mais experientes, que já tiveram a chance de disputar o estadual em outros tempos. Entre os principais nomes estão: a pivô Lidiane Assis, que já atuou em Portugal (Clube União Sportiva) e defendeu também o Catanduva BC, Basquete Clube e o Rio Claro Basquete; a ala/pivô Flávia Andrade, que jogou na base do Americana; e a ala/armadora Patrícia Santos; que defendeu o Divino/Jundiaí e o Ourinhos Basquete. Já a ala/pivô Jennifer Sirtoli, que estava na Recra/ABEC/SME, está machucada e não atuará nesta estreia.

“Estou bastante ansiosa, pois fiquei um tempo fora do cenário por motivo de saúde e retorno depois de quase três anos, atuando pela equipe da minha cidade, que está voltando a disputar um campeonato oficial depois de quase 40 anos. É com imenso orgulho e feliz que participo desta volta, depois de tanto tempo fora. Estamos bastante felizes, mesmo sabendo das dificuldades que teremos, uma vez que todas as jogadoras estão dispostas a fazer uma boa participação”, explica Lidiane Assis.

Já o Top Therm/Unimed/Grupo Leonardi/Sicredi/Presidente Venceslau, dirigido pelo técnico Flavio Prado, manteve a base que disputou a última edição da Liga de Basquete Feminino (LBF), com destaque para as experientes Fabi Guedes, Natália Burian, Flavia Luiza, Karen Rocha e Jeanne Moraes. As argentinas Andrea Boquete e Ornella Santana, no entanto, deixaram a equipe ao final da competição nacional. O grupo é complementado com as jogadoras oriundas do eficiente trabalho de base desenvolvido em Presidente Venceslau.

“O grupo treinou forte para esta edição do Campeonato Paulista, já focando esta estreia contra o Franca BC, que conheço algumas jogadoras, mas do sistema de jogo não tenho informações. A expectativa é trabalhar da melhor maneira possível e iniciar bem a competição, respeitando sempre os adversários que virão pela frente”, comenta a experiente pivô Fabi Guedes.

Além dos dois times já citados, os demais participantes do estadual são estes: ADC São Bernardo (São Bernardo do Campo), Basketball Santo André/APABA (Santo André), Divino/Jundiaí (Jundiaí) e São José Basketball (São José dos Campos).

O regulamento da competição é o seguinte: na fase inicial, as equipes jogam entre sim, em turno e returno, e os dois primeiros colocados se qualificam diretamente ao playoff – semifinal. Os demais – do 3º ao 6º lugares – disputam o playoff – quartas-de-final e os dois vencedores também avançam a semifinal e seguem lutando pelo título. Já os dois perdedores da semifinal e mais os dois times que saíram nas quartas-de-final disputam o título da 1ª Divisão, através de um Final Four.

“Para esta edição do Campeonato Paulista tivemos o aumento no número de participantes, o que ainda não é o ideal, mas já é o começo do trabalho que estamos realizando para refortalecer o naipe feminino. Procuramos fazer uma competição em que as equipes pudessem disputar um bom número de jogos e, também, que tivéssemos a chance de premiar os participantes de acordo com os seus atuais estágios”, comenta Enyo Correia, presidente da Federação Paulista de Basketball (FPB).

A tabela completa da primeira fase pode ser conferida neste link

Fonte: FPB 

segunda-feira, 2 de maio de 2016

Clarissa atua na pré-temporada da WNBA

Ontem Clarissa fez sua primeira atuação na pré-temporada da WNBA.

Na fácil vitória do Sky sobre o Liberty (93-59), a pivô atuou por 16' e marcou 8 pontos e 3 rebotes.

Sorteio Jogo das Estrelas LBF CAIXA

Elencos definidos para o Jogo das Estrelas



Os elencos dos times do Jogo das Estrelas da LBF CAIXA já estão definidos. Realizado na forma de sorteio, as madrinhas Magic Paula e Rainha Hortência conheceram os nomes das atletas que representarão suas respectivas equipes no Jogo das Estrelas da temporada 2015/2016 da LBF CAIXA, que será realizado no sábado (07/05), às 16h15 (de Brasília), no Ginásio do Taquaral, em Campinas (SP).

Contando com a presença da ex-armadora Paula e de Helen Luz, vice-presidente da LBF, que representou Hortência no sorteio, as 24 atletas do Jogo das Estrelas do principal campeonato de basquete feminino do Brasil foram separadas em duplas por posição para assim serem sorteadas para dos dois times da partida festiva.

O time que terá Magic Paula como madrinha, será comandado pelos técnicos Antônio Carlos Vendramini, do Corinthians/Americana, e Arilza Coraça, do Santo André/APABA, e terá quatro representantes do Sampaio Corrêa Basquete, três do Corinthians, duas do Santo André, e uma do Uninassau/América, do Presidente Venceslau e do Maranhão Basquete.

Já o time da Rainha Hortência será comandado por Lisdeivi Pompa, do Sampaio, Carlos Lima, do Maranhão, e Flávio Prado, do Presidente Venceslau, e terá quatro atletas do América de Recife, três do Maranhão, duas do Sampaio Corrêa, duas do Corinthians e uma do Presidente Venceslau.

A Liga de Basquete Feminino (LBF CAIXA) é uma competição que conta com a CAIXA como patrocinadora master, e possui o apoio da Spalding, da Liga Nacional de Basquete (LNB) e do Ministério do Esporte.

Confira os elencos do time Magic Paula e do time Rainha Hortência para o Jogo das Estrelas da LBF CAIXA:

Time Magic Paula

Armadoras:
Bárbara (Corinthians/Americana)
Joice (Corinthians/Americana)
Thaíssa (Santo André/APABA)

Alas:
Iziane (Sampaio Corrêa Basquete)
Ramona (Sampaio Corrêa Basquete)
Jaqueline (Santo André/APABA)
Izabella Sangalli (Corinthians/Americana)
Leila (Maranhão Basquete)

Pivôs:
Kelly (Uninassau/América)
Karina Jacob (Sampaio Corrêa Basquete)
Carina (Sampaio Corrêa Basquete)
Bárbara (Presidente Venceslau)

Comissão técnica:
Antônio Carlos Vendramini (Corinthians/Americana)
Arilza Coraça (Santo André/APABA)

Time Rainha Hortência

Armadoras:
Adrianinha (Uninassau/América)
Tainá Paixão (Uninassau/América)
Débora (Uninassau/América)

Alas:
Palmira (Sampaio Corrêa Basquete)
Tatiane  (Uninassau/América)
Patty (Maranhão Basquete)
Karla Costa (Corinthians/Americana)
Luana (Maranhão Basquete)

Pivôs:
Nádia (Sampaio Corrêa Basquete)
Êga (Maranhão Basquete)
Gilmara (Corinthians/Americana)
Fabiana Guedes (Presidente Venceslau)

Comissão técnica:
Lisdeivi Pompa (Sampaio Corrêa Basquete)
Carlos Lima (Maranhão Basquete)
Flávio Prado (Presidente Venceslau)

Seleção se apresenta em Campinas



A Seleção Brasileira Adulta Feminina se apresentou, nesta segunda-feira (dia 2), em Campinas (SP), para dar início a primeira fase de preparação para o 35º Campeonato Sul-Americano da Venezuela, de 20 a 26 de maio, e os 31º Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, de 6 a 21 de agosto. O primeiro treino acontece na tarde desta segunda, às 17h30 de Brasília, na Arena Concórdia (Rodovia Dr. Heitor Penteado, Km 6 – Sousas).

“Essa é a nossa primeira etapa da preparação, um laboratório. Ainda não é uma convocação definitiva para a Olimpíada. Vamos inserir as jogadoras que atuam na WNBA, além de outras que não foram chamadas, mas ainda podem aparecer. Estamos mostrando a todos que o basquete não está morto. É o momento de resgatar a nossa modalidade”, disse Barbosa. 

O preparador físico da Seleção Brasileira, Clóvis Haddad, o Vita, não vai dar descanso ao grupo. A preocupação com as jogadoras é evidente. Vita explica que precisa ter cuidado nas atividades, por isso, irá acompanhar a deficiência e os pontos fortes de cada uma. Assim, pode fortalecê-las e prepará-las para as adversidades da temporada. 

“Nesse primeiro momento vamos reconhecer a condição física de cada uma das atletas, uma vez que elas estão se apresentando de forma bem diferente no que diz respeito à condição física. Vamos tentar alinhas essa situação para uma boa performance no Sul-Americano. É um trabalho muito simples onde vamos priorizar os trabalhos de quadra e tentar trazer uma homogeneidade para o grupo até a competição. Elas veem da Liga Nacional em que estavam em plena atividade. Vamos fazer uma correção de rumos para colocá-las em condições para jogar”, analisou o preparador. 

Antes do Sul-Americano, que será disputado em Barquisimeto, a Seleção Brasileira irá disputar três amistosos contra Cuba. O primeiro está marcado para o dia 12 de maio, às 20h30 de Brasília, no Ginásio do SESC Santo Amaro, em Recife. Os outros dois serão realizados nos dias 14, às 17h, e 15, às 11h, na Arena Concórdia, em Campinas.

“Nesse intervalo até o Sul-Americano teremos três amistosos contra a seleção de Cuba. Vamos priorizar o trabalho de força, corrigindo a condição muscular das atletas. Para o trabalho específico de quadra vamos aproveitar bastante os treinos técnicos e táticos, além de melhorar o condicionamento já para esses amistosos para que possam apresentar uma condição de suportar bem os jogos. Mas a nossa preocupação principal é o aspecto tático”, avaliou Vita.

Com média de Idade de 30 anos, a Seleção Brasileira é composta por atletas de diferentes faixas etárias. Vita explicou o trabalho que será realizado com cada uma das jogadoras.

“O trabalho em si é o mesmo. O que diferencia é o volume de densidade de cada uma delas. A linha de trabalho é a mesma, mas durante a preparação vamos sentindo as jogadoras e dosando para a necessidade de cada uma. Para o Sul-Americano tenho certeza que irão chegar em condições boas e o trabalho físico será capaz de suportar a demanda da competição”, finalizou o preparador.

A armadora Adrianinha Pinto passou por uma avaliação da comissão médica e fará uma preparação individualizada das outras atletas. A atleta sofreu uma lesão durante a Liga Nacional e sofreu uma rotura parcial do Tendão de Aquiles do tornozelo direito, associada a uma lesão miotendínea do gatrocnêmio na mesma perna. 

“Ela inicialmente terá uma preparação separada e individualizada visando a recuperação completa da lesão que teve durante a disputa da Liga Nacional. Nessas primeiras semanas vamos fazer uma transição da parte da piscina para a de quadra e depois inteirar com o restante das atletas. Por último, voltar a disputar os jogos. Não quero dar um prazo ainda de quanto tempo levaria essa total recuperação, mas o objetivo é que ela esteja pronta para a segunda etapa de preparação no mês de junho e julho, talvez ainda para o Sul-Americano, mas o objetivo é chegar 100% na Olímpiada”, explicou o médico da Seleção, Dr. Jorge Luiz Fernandes Oliva Junior.

A Seleção Brasileira Adulta Feminina tem o apoio do Governo Federal por meio do convênio com o Ministério do Esporte.

Forma de Disputa do Sul-Americano

As nove seleções foram divididas em dois grupos e na primeira fase jogam entre si nas suas respectivas chaves. As duas primeiras colocadas de cada grupo se classificam para a fase semifinal, nos seguintes cruzamentos: 1º A x 2º B e 1º B x 2º A. Os ganhadores disputam o título, enquanto os perdedores decidem o terceiro lugar.

Jogos Desafio – Brasil x Cuba

Dia 12 de maio – Recife / Pernambuco
Local: Ginásio de Esporte Wilson Campos – SESC Santo Amaro
Endereço: Rua Pedro Afonso, s/nº - Santo Amaro – Recife/PE
Horário: 20h30

Dia 14 de maio – Campinas / São Paulo
Local: Arena Concórdia
Endereço: Rodovia Dr. Heitor Penteado, Km 6 - Sousas – Campinas/SP
Horário: 17 horas

Dia 15 de maio – Campinas / São Paulo
Local: Arena Concórdia
Endereço: Rodovia Dr. Heitor Penteado, Km 6 - Sousas – Campinas/SP
Horário: 11 horas

35º Campeonato Sul-Americano Feminino
Data: 20 a 26 de maio
Local: Barquisimeto / Venezuela

Grupos: 
“A”: Brasil, Chile, Colômbia, Paraguai e Uruguai
“B”: Argentina, Equador, Peru e Venezuela

1ª rodada – Dia 20 de maio
Chile x Colômbia e Uruguai x Brasil

2ª rodada – Dia 21 de maio
Argentina x Equador, Peru x Venezuela, Paraguai x Uruguai e Brasil x Chile, 

3ª rodada – Dia 22 de maio
Argentina x Peru, Equador x Venezuela, Colômbia x Brasil e Chile x Paraguai

4ª rodada – Dia 23 de maio
Equador x Peru, Venezuela x Argentina, Uruguai x Chile e Paraguai x Colômbia

5ª rodada – Dia 24 de maio
Colômbia x Uruguai e Brasil x Paraguai

Dia 25 de maio
Disputa de 5º e 6º lugares: 3º A x 3º B
Fase Semifinal
1º A x 2º B e 1º B x 2º A

Rodada Final – Dia 26 de maio
Disputa de 3º e 4º lugares – Perdedores da Semifinal
Disputa de 1º e 2º lugares – Vencedores da Semifinal

SELEÇÃO BRASILEIRA ADULTA FEMININA
Nome – Posição – Idade – Altura– Clube – UF

Adriana Moisés Pinto Mafra – Armadora – 37 anos – 1,70m – Uninassau / América (PE) – SP
Bárbara Generoso Honório – Armadora – 30 anos – 1,80m – Corinthians / Americana (SP) – SP
Gilmara Justino – Pivô – 35 anos – 1,83m – Corinthians / Americana (SP) – SP
Isabela Ramona Lyra Macedo – Ala – 21 anos - 1,80m – Sampaio Basquete (MA) – BA
Iziane Castro Marques – Ala – 34 anos – 1,82m – Sampaio Basquete (MA) – MA
Jaqueline de Paula Silvestre – Ala – 30 anos – 1,79m – Basketball Santo André (SP) – SP
Joice Cristina de Souza Rodrigues – Armadora – 29 anos – 1,76m – Corinthians / Americana (SP) – SP
Karina da Silva Jacob – Pivô – 30 anos – 1,85m – Sampaio Basquete (MA) – RJ
Kelly Santos Muller – Pivô – 36 anos – 1,93m – Uninassau / América (PE) – SP
Nádia Gomes Colhado – Pivô – 27 anos – 1,95m – Sampaio Basquete (MA) – SP
Palmira Cristina Marçal – Ala –31 anos – 1,78m –Sampaio Basquete (MA) – SP
Patrícia Teixeira Ribeiro – Ala – 25 anos – 1,76m – Maranhão Basquete (MA) – SP
Soeli Garvão Zakrzeski (Êga) – Pivô – 38 anos – 1,88m – Maranhão Basquete (MA) – PR
Tainá Mayara da Paixão – Armadora – 24 anos – 1,72m – Uninassau / América (PE) – SP
Tatiane Pacheco Nascimento – Ala – 25 anos – 1,81m – Uninassau / América (PE) – SP
Média de Idade: 30,2 anos
Média de Altura: 1,81m

Comissão Técnica
Administrador: Bruno Gomes de Valentin
Coordenadora de Seleções: Adriana dos Santos Lopez
Técnico: Antonio Carlos Barbosa
Assistentes técnicos: Cristiano Cedra e Júlio César Patrício
Preparador Físico: Clóvis Roberto Rossi Haddad 'Vita'
Fisiologista: Rafael Júlio de Freitas Guina Fachina
Médico: Dr. Jorge Luiz Fernandes Oliva Junior
Fisioterapeutas: Milena Perroni, Paula Hensel e Tatiana dos Santos Cardoso
Nutricionista: Mirtes Stancanelli
Massagista: Joyce Aparecida Tozetto

domingo, 1 de maio de 2016

Divino derrota Bradesco em jogo equilibrado pelo Paulista Sub-19 Feminino

O Divino/Jundiaí manteve a invencibilidade no Campeonato Paulista Sub-19 Feminino - 2016 ao derrotar a ADC Bradesco, nesta sexta-feira (29 de abril), por 49 a 48 (27 a 25 no primeiro tempo), em partida acirrada, disputada no ginásio do Centro de Desenvolvimento Esportivo do Bradesco, na cidade de Osasco (SP), dando prosseguimento ao turno da fase inicial.

O duelo foi mesmo eletrizante, com as agremiações se alternando no comando do marcador e querendo vencer. “O jogo foi muito disputado, com as duas equipes buscando a vitória o tempo todo e gerando várias alternâncias defensivas e ofensivas, todavia muito nervosas e com muitos erros. Qualquer equipe poderia vencer, mas a nossa conseguiu no último quarto sair de uma diferença de sete pontos e conquistar o resultado positivo”, analisa Luís Claudio Tarallo, técnico da equipe jundiaiense.

“Foi um jogo muito disputado e muito físico, com defesas muito agressivas. Nossa equipe tem evoluído, mas este jogo nos mostrou que ainda temos que melhorar para vencer”, relata Cristiano Cedra, técnico do time de Osasco.

A cestinha foi Aline de Moura, do Divino/Jundiaí, com 25 pontos anotados. Já pelo lado da ADC Bradesco, Mariane de Carvalho, com 13 pontos, foi a principal pontuadora.

O Campeonato Paulista Sub-19 Feminino - 2016 prossegue no dia 05 de maio (quinta-feira), com o duelo isolado entre o AERCO Basquete/Poá e o São José, às 17h00 (de Brasília), no ginásio Municipal de Esportes Américo Franco, na cidade de Poá (SP).


Molina quebra silêncio e garante sequência do basquete feminino

Link: aqui!

Carlos Lima volta ao comando de São José para o Paulista

Link: aqui!

quinta-feira, 28 de abril de 2016

Gestor descarta fim do Corinthians/Americana

Link: aqui

Amistosos Brasil x Cuba em maio

A Seleção Brasileira Adulta Feminina terá um importante desafio antes do 35º Campeonato Sul-Americano da Venezuela, de 20 a 26 de maio. A equipe nacional comandada pelo técnico Antonio Carlos Barbosa irá disputar três amistosos contra a Seleção de Cuba. O primeiro está marcado para o dia 12 de maio, às 20h30 de Brasília, no Ginásio do SESC Santo Amaro, em Recife. Os outros dois serão realizados nos dias 14, às 17h, e 15, às 11h, na Arena Concórdia, em Campinas.

“Esses amistosos contra Cuba serão de extrema importância, pois nas últimas competições tivemos uma certa desvantagem contra elas e agora temos a oportunidade de reverter esses resultados. Esse será o nosso primeiro teste com a seleção e temos alguns nomes que não estiveram nas ultimas convocações. O Sul-Americano deixou de ser aquela competição que ganhávamos de maneira tranquila e vem sendo cada vez mais disputado. Nós não perdemos o nosso favoritismo, mas tivemos evoluções como a Argentina, Venezuela e Chile”, explicou Barbosa. 

Para o treinador essa série de amistosos será um grande teste antes da competição que classificará os quatro primeiros colocados para a Copa América / Pré-Mundial de 2017, que irá garantir a vaga de três países para o Campeonato Mundial de 2018. 

“Queremos apresentar um bom trabalho e estamos focados em realizar ótimos jogos. É o nosso teste antes do Sul-Americano. Vamos aproveitar para quebrar essa ansiedade das meninas e buscar a vitória mais do que tudo. Temos que apresentar um bom basquete e isso é essencial”, finalizou.

No Sul-Americano da Venezuela o Brasil está no grupo “A” e terá como adversários na primeira fase o Uruguai (21 de maio), Chile (22), Colômbia (23) e Paraguai (24). Na chave “B” estão Argentina, Equador, Peru e Venezuela.

A Seleção Brasileira Adulta Feminina tem o apoio do Governo Federal por meio do convênio com o Ministério do Esporte.

Jogos Desafio – Brasil x Cuba

Dia 12 de maio – Recife / Pernambuco
Local: Ginásio de Esporte Wilson Campos – SESC Santo Amaro
Horário: 20h30

Dia 14 de maio – Campinas / São Paulo
Local: Arena Concórdia
Horário: 17 horas

Dia 15 de maio – Campinas / São Paulo
Local: Arena Concórdia
Horário: 11 horas

35º Campeonato Sul-Americano Feminino
Data: 20 a 26 de maio
Local: Barquisimeto / Venezuela

Grupos: 
“A”: Brasil, Chile, Colômbia, Paraguai e Uruguai
“B”: Argentina, Equador, Peru e Venezuela

1ª rodada – Dia 20 de maio
Chile x Colômbia e Uruguai x Brasil

2ª rodada – Dia 21 de maio
Argentina x Equador, Peru x Venezuela, Paraguai x Uruguai e Brasil x Chile, 

3ª rodada – Dia 22 de maio
Argentina x Peru, Equador x Venezuela, Colômbia x Brasil e Chile x Paraguai

4ª rodada – Dia 23 de maio
Equador x Peru, Venezuela x Argentina, Uruguai x Chile e Paraguai x Colômbia

5ª rodada – Dia 24 de maio
Colômbia x Uruguai e Brasil x Paraguai

Dia 25 de maio
Disputa de 5º e 6º lugares: 3º A x 3º B
Fase Semifinal
1º A x 2º B e 1º B x 2º A

Rodada Final – Dia 26 de maio
Disputa de 3º e 4º lugares
Disputa de 1º e 2º lugares

quarta-feira, 27 de abril de 2016

Basquete feminino dos EUA convoca 12 para o Rio e deixa bicampeã olímpica de fora

Link: aqui!

Com Paula e Hortência como madrinhas, Jogo das Estrelas da LBF será realizado no dia 07 de maio

Contando com presença das duas atletas históricas no comando do Time Magic Paula e Time Rainha Hortência, evento que reúne as estrelas da LBF CAIXA será realizado em Campinas





A sexta edição da LBF CAIXA mal acabou e a Liga de Basquete Feminino tem uma grande novidade para torcedor brasileiro. No sábado (07/05), a partir das 16 horas (de Brasília), direto do Ginásio de Esportes do Taquaral, em Campinas, interior do Estado de São Paulo, o Jogo das Estrelas da temporada 2015/2016 da LBF CAIXA será realizado.

A grande novidade desta edição do evento que recebe as principais estrelas do basquete feminino está no comando de cada uma das equipes. Duas das maiores atletas da história do basquete brasileiro, a ex-armadora Paula e a ex-ala Hortência estarão nos bancos de reservas e serão madrinhas dos times Magic Paula e Rainha Hortência no Jogo das Estrelas.

Juntas na Seleção Brasileira, as duas atletas conquistaram medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos de Havana (1991), medalha de ouro no Mundial da Austrália (1994) e também medalha de prata nos Jogos Olímpicos de Atlanta (1996). Além disso, Paula e Hortência são as duas únicas brasileiras que integram o Hall da Fama do basquete feminino.

Todas as 15 atletas que foram convocadas pelo técnico Antônio Carlos Barbosa, da Seleção Brasileira, e que se preparam para a disputa do Campeonato Sul-Americano participarão do Jogo das Estrelas. São elas: Iziane, Palmira, Isabela Ramona, Karina Jacob e Nádia, do Sampaio Corrêa Basquete, Bárbara, Joice e Gilmara, do Corinthians/Americana, Adrianinha, Tatiane Pachedo e Kelly, do Uninassau/América, Êga e Patty, do Maranhão Basquete, Jaqueline, do Santo André/APABA, e Tainá Paixão, sem clube.

Além das atletas da Seleção Brasileira, estarão presentes no Jogo das Estrelas as alas/armadoras Thaissa (Santo André) e Karla Costa (Corinthians), a armadora Débora (América de Recife), a ala Izabella Sangalli (Corinthians), a ala/pivô Carina Fellipus (Sampaio Corrêa) e as pivôs Fabiana Souza e Bárbara Guedes (Presidente Venceslau). Nos próximos dias o Maranhão escolherá duas atletas para finalizar o elenco do Jogo das Estrelas da LBF CAIXA.

Após a definição das 24 atletas, será realizado um sorteio, com a presença de Paula e Hortência, para definir quais jogadoras estarão em cada equipe. As comissões técnicas dos times também serão definidas através de sorteio, sendo que Lisdeivi Pompa e Antônio Carlos Vendramini, finalistas da LBF CAIXA, serão os técnicos principais.

Também como parte da programação do Jogo das Estrelas da LBF CAIXA, será realizado o Torneio de 3 pontos com atletas representantes do Time Magic Paula enfrentando o Time Rainha Hortência. As atletas que se destacaram durante a temporada 2015/2016 da LBF CAIXA receberão seus prêmios individuais durante o evento em Campinas. 



Campeãs mundiais com a Ponte Preta em 93 serão homenageadas

Aproveitando o local do Jogo das Estrelas, a Liga de Basquete Feminino também homenageará as atletas campeãs mundiais com a Ponte Preta em 1993. Na ocasião, o time campineiro, que contava com Paula e Hortência em seu elenco, venceu o Primizie Parma (ITA), por 102 a 86, e se sagrou campeão Mundial de Clubes. 



A lendária técnica Maria Helena Cardoso estará presente na festa e será homenageada, assim como as atletas que fizeram parte do elenco da Ponte Preta naquela conquista e que escreveram seus nomes na história do basquete feminino.

Sabatinas Olímpicas: 'Estamos sem material humano', diz Hortência sobre ...

terça-feira, 26 de abril de 2016

Sampaio Corrêa vence Corinthians e é campeão da temporada 2015/2016

Empurrado por sua fervorosa torcida, a equipe maranhense deslanchou na 2ª etapa, venceu o Corinthians/Americana por 28 pontos e conquistou o título do campeonato nacional



O Sampaio Corrêa Basquete é o novo campeão do principal campeonato de basquete feminino do Brasil. Na noite desta terça-feira (26/04), contando com a forte presença de sua torcida no Ginásio Castelinho, o time maranhense venceu o Jogo 4 da Final contra o Corinthians/Americana, por 78 a 50, fechou a série em 3 a 1 e conquistou o título da temporada 2015/2016 da LBF CAIXA. 

"Nossa torcida merece esse título. Há anos o povo maranhense acompanha o basquete feminino fervorosamente e eles mereciam ser campeões nacionais. Ao lado deles conseguimos recuperação depois de um jogo muito ruim, tivemos um desempenho nota 10 hoje e saímos de quadra com o título nacional muito merecido", disse a ala Iziane, do Sampaio Corrêa. 

Para sair de quadra com a vitória e consequentemente o título, o Sampaio Corrêa contou com grande desempenho das alas Ramona, com 16 pontos, e Palmira, com 14 tentos, e da pivô Nádia, com duplo-duplo de dez pontos e 12 rebotes. Além do trio, a equipe maranhense contou com 11 pontos e seis rebotes da ala Iziane, que foi eleita a MVP da Final da LBF CAIXA. 



"Mais do que o meu desempenho em quadra, fico muito feliz em propiciar ao torcedor do Sampaio Corrêa o título da LBF CAIXA. Liderei minha equipe seja em pontos seja na questão da experiência, mas o nosso conjunto é o mais importante de tudo e fez a diferença no final", completou Iziane. 

Pelo lado da equipe do interior do Estado de São Paulo, que terminou a temporada 2015/2016 da LBF CAIXA com o vice-campeonato, destaque para a jovem pivô Damiris, que fechou o jogo com 15 pontos e sete rebotes. 



"Não fizemos bons jogos em nossa casa e isso acabou custando caro. Conseguimos vencer o Jogo 3, mas não esse. Resta parabenizar o Sampaio Corrêa e a nossa equipe por duas campanhas maravilhosas. Gostaríamos de dar mais um título a cidade de Americana, mas não conseguimos", comentou o técnico Antônio Carlos Vendramini, do Corinthians/Americana.

Confira a tabela completa da Final da LBF CAIXA: 

- Corinthians/Americana (1º) 1 x 3 Sampaio Corrêa Basquete (2º) 
Jogo 1 - Corinthians/Americana 58 x 81 Sampaio Corrêa
Jogo 2 - Corinthians/Americana 66 x 83 Sampaio Corrêa
Jogo 3 - Sampaio Corrêa 52 x 60 Corinthians/Americana
Jogo 4 - Sampaio Corrêa 78 x 50 Corinthians/Americana

ABASU divulga a tabela do 35º Campeonato Sul-Americano Adulto Feminino

A Associação de Basquete Sul-Americana (ABASU) divulgou a tabela do 35º Campeonato Sul-Americano Adulto Feminino, que será realizado de 20 a 26 de maio, na cidade venezuelana de Barquisimeto.

 A equipe nacional feminina comandada pelo técnico Antonio Carlos Barbosa está no grupo “A” e terá como adversários na primeira fase o Uruguai (21 de maio), Chile (22), Colômbia (23) e Paraguai (24). Na chave “B” estão Argentina, Equador, Peru e Venezuela.

O Brasil venceu a competição 26 vezes e vai buscar o 16º título consecutivo invicto. O Sul-Americano classifica os quatro primeiros colocados para a Copa América / Pré-Mundial de 2017, que irá garantir a vaga de três países para o Campeonato Mundial de 2018.

domingo, 24 de abril de 2016

Corinthians vence Sampaio e diminuiu desvantagem para 2 a 1 na Final

Mesmo com o Ginásio Castelinho recebendo mais de seis mil torcedores, o Corinthians venceu o Jogo 3 da Final da LBF CAIXA e segue vivo na disputa do título




O Corinthians/Americana segue vivo na disputa pelo título da LBF CAIXA 2015/2016. Mesmo com o Ginásio Castelinho recebendo público recorde da história do campeonato feminino, a equipe do interior do Estado de São Paulo deslanchou no placar durante o último período e diminuiu sua desvantagem na série decisiva para 2 a 1, ao vencer o Sampaio Corrêa Basquete por 60 a 52.

Depois de partida equilibrada durante os três primeiros períodos e placar muito igual, o Corinthians contou com grande atuação de seu ataque no período derradeiro para abrir vantagem no placar e assegurar o resultado positivo no Jogo 3 da Final da LBF CAIXA.

A grande destaque do triunfo do Corinthians foi a jovem pivô Damiris, que saiu de quadra com 20 pontos e nove rebotes. A equipe do interior do Estado de São Paulo também contou com boas atuações da armadora Bárbara, dona de 13 pontos e seis rebotes, e da ala/armadora Karla Costa, com oito ponto, oito rebotes, três assistências e três roubos de bola.

Pelo lado da equipe maranhense a grande destaque foi a pivô Nádia, ao sair de quadra com expressivo duplo-duplo de 16 pontos e 12 rebotes. A pivô Karina fechou o jogo com seis pontos e 13 rebotes e também esteve entre as destaques.

Após a partida realizada neste domingo, Sampaio Corrêa e Corinthians/Americana se enfrentam no Jogo 4 da Final da LBF CAIXA na próxima terça-feira, às 19h30 (de Brasília), novamente no Ginásio Castelinho, em São Luís (MA).

Confira a tabela completa da Final da LBF CAIXA:

Jogo 1 - Corinthians 58 x 81 Sampaio Corrêa
Jogo 2 - Corinthians 66 x 83 Sampaio Corrêa
Jogo 3 - Sampaio Corrêa 52 x 60 Corinthians
Jogo 4* - 26/04 (terça-feira), às 19h30 - Ginásio Castelinho, em São Luís (MA) - ao vivo no SporTV
Jogo 5* - 30/04 (sábado), às 10 horas - Centro Cívico, em Americana (SP)- ao vivo no SporTV

sábado, 23 de abril de 2016

Ao lado de sua torcida, Sampaio Corrêa pode vencer título neste domingo

 Vencendo o Corinthians por 2 a 0 na série Final da LBF CAIXA, a equipe maranhense atuará ao lado de sua torcida no Jogo 3 e pode conquistar o título do campeonato em caso de vitória

Depois de duas partidas realizadas na série melhor de cinco jogos da Final da temporada 2015/2016 da LBF CAIXA, o principal campeonato de basquete feminino do Brasil pode conhecer seu campeão já neste domingo (24/04). Após vencer os dois primeiros jogos da decisão, ambos fora de casa, o Sampaio Corrêa pode se tornar o novo campeão da LBF CAIXA caso vença o Jogo 3 da Final.

A equipe maranhense e o Corinthians/Americana disputam a terceira partida da grande decisão da sexta edição da LBF CAIXA neste domingo (24/04), no Ginásio Castelinho, em São Luís (MA), às 14h30 (de Brasília), com transmissão ao vivo dos canais SporTV para todo o Brasil.

"Domingo vamos para a vitória, mas temos que nos controlar, manter os pés no chão. Não podemos perder o equilíbrio emocional. Todo mundo está querendo este título tão sonhado. O Maranhão merece por todo este projeto, mas temos que ter calma, paciência e inteligência, porque o Corinthians é um time experiente e sabe jogar esse tipo de jogo", declarou a cubana Lisdeivi Pompa, técnica do Sampaio Corrêa.

Se do lado do Sampaio Corrêa a estratégia é entrar a todo vapor para já fechar a série Final na primeira oportunidade, do lado do Corinthians o pensamento é apenas um: vencer. Perdendo a série por 2 a 0, a única chance da equipe do interior do Estado de São Paulo de se manter viva na briga pelo título é sair de quadra com resultado positivo.

"A missão é complicada, mas não podemos desistir. Não fizemos bons jogos e vamos ter que ir para lá com uma nova postura, um novo comportamento, só que não podemos perder nossas principais características que nos trouxeram até aqui com a melhor campanha. Não será fácil e vamos para lá acreditando que é possível manter a chama acesa", comentou o técnico Antônio Carlos Vendramini, do Corinthians.

O palco do Jogo 3 da Final da LBF CAIXA não traz boas recordações para o time comandado pelo técnico Antônio Carlos Vendramini. Na série semifinal dos playoffs, o Corinthians enfrentou o Maranhão Basquete no Ginásio Castelinho e saiu de quadra com derrota pelo placar de 81 a 74, mesmo depois de abrir 20 pontos de vantagem no meio do segundo período.

Falando no Castelinho, o ginásio na capital maranhense foi uma das principais armas do Sampaio Corrêa até a Final da LBF CAIXA. Contando com a presença e o apoio da fanática torcida tricolor desde a fase de classificação, o Sampaio tem o alto aproveitamento de 83% em partidas como mandante, com campanha de dez triunfos em 12 partidas disputadas.

"Nós vamos entrar para ser campeãs no domingo. Fizemos o mais difícil, que era vencer os dois jogos fora e da forma como ganhamos. Agora temos que entrar com determinação e inteligência tática para garantir esse título. Espero o Castelinho lotado, abarrotado de gente para comemorar essa conquista especial , disse a ala Iziane, do Sampaio Corrêa.

A história das duas primeiras partidas da série decisiva da LBF CAIXA foi muito parecida. No Jogo 1, o Sampaio Corrêa abriu vantagem logo na primeira metade do período inicial, não deixou que o Corinthians conseguisse reagir ao lado de seus torcedores, e saiu de quadra com vitória expressiva pelo placar de 81 a 58.

Na partida seguinte, novamente no interior do Estado de São Paulo, o time maranhense anotou os oito primeiros pontos do jogo, contou com atuação mais do que importante da ala Iziane, dona de 32 pontos e sete rebotes, e fechou a partida com mais uma vitória por um placar largo, desta vez por 83 a 66.

"As meninas estão mais confiantes. Elas encontraram seu jogo, a maturidade do time foi alcançada, então elas estão jogando a vontade. O importante é a postura que elas tiveram quando ganharam os dois jogos contra o América aqui na semifinal e daí, com o mesmo ímpeto, enfrentamos o Corinthians fora de casa. A gente sabia que seria difícil, mas mantivemos a postura e conseguimos essas duas vitórias dificílimas", completou Lisdeivi.

Caso o Corinthians saia de quadra com a vitória no Jogo 3, as duas equipes voltam a se enfrentar no Ginásio Castelinho na terça-feira (26/04), às 19h30 (de Brasília), ao vivo nos canais SporTV, para o quarto jogo da decisão da LBF CAIXA.

Confira a tabela completa da Final da LBF CAIXA:
Jogo 1 - Corinthians 58 x 81 Sampaio Corrêa
Jogo 2 - Corinthians 66 x 83 Sampaio Corrêa
Jogo 3 - 24/04 (domingo), às 14h30 - Ginásio Castelinho, em São Luís (MA) - ao vivo no SporTV
Jogo 4* - 26/04 (terça-feira), às 19h30 - Ginásio Castelinho, em São Luís (MA) - ao vivo no SporTV
Jogo 5* - 30/04 (sábado), às 10 horas - Centro Cívico, em Americana (SP)- ao vivo no SporTV

terça-feira, 19 de abril de 2016

Sampaio abre 2 a 0 na Final e fica a uma vitória de ser campeão

Com grande vantagem no placar desde os primeiros minutos, o time maranhense novamente bateu o Corinthians por grande diferença e está a um triunfo do sonho de ser campeão


O Sampaio Corrêa Basquete abriu grande vantagem na série Final da LBF CAIXA. Novamente com desempenho soberano dentro de quadra durante toda a partida, o time maranhense voltou a vencer o Corinthians/Americana no Ginásio do Centro Cívico, desta vez por 83 a 66, e abriu 2 a 0 na série melhor de cinco jogos da Final da LBF CAIXA. 

Com nova vitória, o Sampaio Corrêa está a um resultado positivo de levantar o troféu de campeão da sexta edição da LBF CAIXA. Já o Corinthians só tem um pensamento: vencer ou vencer. Para conquistar o título do principal campeonato de basquete feminino do Brasil o time do técnico Antônio Carlos Vendramini precisa vencer três jogos consecutivos. 

Depois de duas partidas realizadas na decisão da LBF CAIXA, Corinthians/Americana e Sampaio Corrêa voltam a se enfrentar no próximo domingo (24/04), às 14h30 (de Brasília), no Ginásio Castelinho, em São Luís (MA). Os canais SporTV transmitem a partida ao vivo. 

Assim como no jogo que marcou a abertura da série decisiva da LBF CAIXA, o Sampaio Corrêa foi soberano nos primeiros 20 minutos da partida, não deixou que o Corinthians gostasse do duelo em nenhum momento e foi para os vestiários com grande vantagem de 16 pontos. Na segunda etapa, o time maranhense dominou o terceiro período, aumentou sua vantagem e, mesmo com o Corinthians buscando a reação no placar, o Sampaio saiu de quadra com a vitória elástica. 

Líder em quadra e dona de 32 pontos e sete rebotes recuperados, a ala Iziane foi mais uma vez a grande personagem do resultado positivo do Sampaio Corrêa. A equipe maranhense também contou com grande desempenho da ala Palmira, com 17 pontos e cinco rebotes, e da pivô Nádia, dona de duplo-duplo de 13 pontos e 11 rebotes. 

"Uma preocupação minha é sempre o desempenho do nosso time no começo de cada período, pois é muito importante você conseguir ditar o ritmo de partida, ainda mais no primeiro e no terceiro quarto, quando estamos um pouco mais frias. Independentemente da partida ou do resultado eu dou o meu melhor em quadra nessas situações", comentou a ala Iziane, do Sampaio Corrêa.

Pelo lado do Corinthians destaque para a jovem pivô Damiris, que saiu de quadra com expressivo duplo-duplo de 28 pontos e 11 rebotes, e para a armadora Bárbara, dona de nove pontos e oito rebotes. 

"Fomos a melhor equipe da primeira fase, tivemos a melhor campanha, melhor ataque, melhor conjunto, mas paramos de contar com isso nessa série. Precisamos voltar ao que fazíamos antes o mais rápido possível, pois se cometermos mais um erro pode ser fatal para nós", disse a armadora Bárbara, do Corinthians. 

Atual tetra, Americana fica ausente do Paulista

Link: aqui!

domingo, 17 de abril de 2016

Sampaio Corrêa domina Corinthians e abre 1 a 0 na Final

Em vantagem no placar desde o primeiro minuto, o time maranhense não deixou que o Corinthians reagisse e saiu de quadra com boa vitória por 23 pontos de diferença


O Sampaio Corrêa Basquete saiu na frente na série Final da LBF CAIXA. Diante de um Ginásio do Centro Cívico lotado, o time maranhense abriu grande vantagem no placar ainda nos primeiros minutos de jogo, não deixou que o Corinthians/Americana reagisse na partida e saiu de quadra com vitória, por 81 a 58.

Com o triunfo conquistado neste domingo, o Sampaio Corrêa saiu na frente na briga pelo título do maior campeonato de basquete feminino do Brasil e vence a série melhor de cinco jogos por 1 a 0.

O grande nome da vitória do Sampaio Corrêa foi a ala Iziane. Comandando a equipe maranhense dentro de quadra, a experiente atleta fechou o jogo com grande atuação de 21 pontos, seis rebotes e quatro assistências. 

O time da Região Nordeste do Brasil também contou com os ótimos números da jovem ala Isabela Ramona, dona de 19 pontos em 24 tentados (79% de aproveitamento), e da armadora norte-americana Wheeler, com 14 pontos e sete rebotes.

"É muito importante começarmos essa série com a vitória, pois jogar contra o Corinthians é muito difícil. A defesa delas é muito forte e elas têm intensidade. Então foi bom começar com a vitória", analisou a armadora Wheeler, do Sampaio Corrêa. 

"Nosso time estava focado, demos o nosso máximo em quadra, como da pra ver no placar. É importante que joguemos do mesmo jeito na terça, porque quando a série for para São Luís teremos nossos fãs torcendo por nós, o que torna as coisas um pouco mais fáceis", completou a atleta. 

Após a partida desde domingo, Corinthians e Sampaio Corrêa voltam a se enfrentar na próxima terça-feira (19/04), às 18h30 (de Brasília), novamente no Ginásio do Centro Cívico de Americana, para o Jogo 2 da Final da LBF CAIXA 2015/2016.

Confira a tabela completa da Final da LBF CAIXA: 

Jogo 1 - Corinthians 58 x 81 Sampaio Corrêa
Jogo 2 - 19/04 (terça-feira), às 18h30 - Centro Cívico, em Americana (SP) - ao vivo no SporTV
Jogo 3 - 24/04 (domingo), às 14h30 - Ginásio Castelinho, em São Luís (MA) - ao vivo no SporTV
Jogo 4* - 26/04 (terça-feira), às 19h30 - Ginásio Castelinho, em São Luís (MA) - ao vivo no SporTV
Jogo 5* - 30/04 (sábado), às 10 horas - Centro Cívico, em Americana (SP)- ao vivo no SporTV

sábado, 16 de abril de 2016

Mulheres de Ouro: Maria Helena Cardoso

Corinthians e Sampaio disputam Jogo 1 da Final neste domingo

Ao vivo no SporTV, as duas equipes se enfrentam no Ginásio do Centro Cívico, em Americana (SP), para o início da decisão do campeonato nacional



Depois de toda a fase de classificação e duas séries semifinais, a sexta edição da LBF CAIXA entrou em sua reta final e está chegando a hora de conhecer a grande equipe campeã nacional. Na tarde deste domingo (17/04), às 13 horas (de Brasília), Corinthians/Americana e Sampaio Corrêa Basquete entram em quadra, no Ginásio do Centro Cívico, em Americana (SP), para o Jogo 1 da decisão. A partida terá transmissão ao vivo dos canais SporTV.

Donos das duas melhores campanhas da fase de classificação, a equipe de São Paulo e a maranhense venceram suas respectivas séries semifinais dos playoffs da LBF CAIXA apenas no terceiro e decisivo jogo, e agora disputam o título do principal campeonato de basquete feminino do Brasil em uma série melhor de cinco jogos.

"Acredito que a Final terá ótimos jogos, decididos nos detalhes, pois decisão é sempre mais tenso. Precisamos estar focadas principalmente nas partidas dentro de casa, em que contaremos com apoio dos nossos torcedores, que certamente irão lotar as dependências do Centro Cívico", comentou a ala/armadora Karla Costa, do Corinthians/Americana.

"Depois da fase de classificação e também da fase final, as duas equipes já se conhecem bastante. Agora é só acertar um detalhe ou outro para a partida que abre a Final da LBF CAIXA", comentou a pivô Nádia, do Sampaio Corrêa.

Dominante na fase de classificação da LBF CAIXA, o Corinthians/Americana foi dono da melhor campanha da primeira fase, com 17 vitórias em 20 partidas disputadas, e encarou o Maranhão Basquete (4º) na semifinal dos playoffs. Depois de ver a equipe maranhense abrir a série com vitória, o Corinthians venceu os dois jogos ao lado de seu torcedor e conquistou a vaga para disputar o título da LBF CAIXA.

Já o Sampaio Corrêa também conquistou grande campanha na fase de classificação e fechou a primeira fase do campeonato nacional com a segunda melhor campanha geral, com 15 vitórias em 20 jogos, e encarou o Uninassau/América nos playoffs. O time da técnica Lisdeivi Pompa perdeu a primeira partida mas conquistou a virada e a vitória na série ao vencer os dois jogos no Ginásio Castelinho, em São Luís (MA).

"Sabemos a importância de ganhar jogos fora de casa em playoffs. Sabemos que os dois jogos serão bem acirrados, decididos no detalhe como sempre foi. Mas nosso time está entrando bem concentrado e jogando coletivo, isso será uma das chaves para sair de quadra com a vitória", analisou Nádia.

A Liga de Basquete Feminino (LBF CAIXA) é uma competição que conta com a CAIXA como patrocinadora master, e possui o apoio da Spalding, da Liga Nacional de Basquete (LNB) e do Ministério do Esporte.

Corinthians e Sampaio Corrêa se enfrentaram em quatro confrontos diretos na fase de classificação e cada equipe venceu dois jogos. No primeiro turno, em duelos realizados na Região Nordeste do Brasil, o Corinthians venceu o primeiro jogo, por 88 a 87, e o Sampaio Corrêa triunfou na partida seguinte, pelo placar de 90 a 57.

Já no segundo turno, em rodada dupla realizada no interior do Estado de São Paulo, a equipe maranhense ganhou a primeira partida, por 76 a 73, e o time alvinegro conquistou o resultado positivo no jogo seguinte, vitória por 81 a 68.

"Estudamos bastante o Sampaio Corrêa, sabemos os pontos fortes delas e treinamos para diminuir isso. Mesmo assim, o foco é o nosso trabalho, na nossa vontade de iniciar essa Final com uma vitória", comentou a ala/armadora do Corinthians.

Depois de darem a largada da série melhor de cinco jogos da decisão da LBF CAIXA, Corinthians e Sampaio Corrêa disputam o Jogo 2 na próxima terça-feira (19/04), às 18h30 (de Brasília), novamente no Ginásio do Centro Cívico de Americana, com transmissão ao vivo dos canais SporTV.

"Todo mandante saiu de quadra com vitória nestes playoffs, mas não queremos contar com estatísticas. Na semifinal perdemos para o Maranhão depois de 13 jogos seguidos com vitória, então sabemos que se não jogarmos bem as estatísticas ficarão na lembrança", finalizou Karla.

sexta-feira, 15 de abril de 2016

Sem Americana, Campeonato Paulista Feminino será iniciado no dia 04 de maio

O Franca BC/FEAC, do técnico Alexandre Borges, é a grande novidade do estadual feminino


O Campeonato Paulista Feminino – 2016 começa no dia 04 de maio (quarta-feira), com participação de seis equipes: ADC São Bernardo (São Bernardo do Campo), Basketball Santo André/APABA (Santo André), Divino/Jundiaí (Jundiaí), Franca BC/FEAC (Franca), São José Basketball (São José dos Campos) e Top Therm/Unimed/ Grupo Leonardi/Sicredi/Presidente Venceslau (Presidente Venceslau).

“Para o Campeonato Paulista Feminino deste ano tivemos o aumento no número de participantes em relação à temporada passada, o que ainda não é o ideal, mas já é o começo do trabalho que estamos realizando para refortalecer o naipe feminino. Procuramos fazer uma competição em que as equipes pudessem disputar um bom número de jogos e, também, que pudéssemos premiar os participantes de acordo com os seus atuais estágios”, explica Enyo Correia, presidente da Federação Paulista de Basketball (FPB).

A partida inicial reúne o estreante Franca BC/FEAC, que recebe a visita do Top Therm/Unimed/ Grupo Leonardi/Sicredi/Presidente Venceslau, às 20h00 (de Brasília), no ginásio Municipal Pedro Murilla Fuentes (Pedrocão), na cidade de Franca (SP). O restante da tabela pode ser conferido neste link: http://www.fpb.com.br/campeonatos_proximos_jogos.php?exibir=565. 

O regulamento é o seguinte: na fase inicial, as equipes jogam entre sim, em turno e returno, e os dois primeiros colocados se qualificam diretamente ao playoff – semifinal. Os demais – do 3º ao 6º lugares – disputam o playoff – quartas-de-final e os dois vencedores também avançam a semifinal e seguem lutando pelo título. 

Já os dois perdedores da semifinal e mais os dois times que saíram nas quartas-de-final disputam o título da 1ª Divisão, através de um Final Four.


Corinthians e Sampaio Corrêa vencem e se enfrentam na Final



A noite desta quinta-feira foi muito especial para o Corinthians/Americana e para o Sampaio Corrêa Basquete, que venceram seus respectivos jogos, fecharam suas séries semifinais em 2 a 1 e agora disputam o título do principal campeonato de basquete feminino do Brasil. 

No Ginásio do Centro Cívico, no interior do Estado de São Paulo, o Corinthians/Americana abriu 21 pontos no primeiro quarto, segurou a fortíssima reação do Maranhão Basquete nos instantes finais e terminou a partida com vitória pelo placar de 72 a 67.

A pivô Damiris saiu de quadra com 17 pontos e oito rebotes, e foi dona de atuação fundamental para o triunfo alvinegro. Companheira de Damiris no garrafão, Gilmara fechou o jogo com 14 pontos, sete rebotes e quatro assistências, e também esteve entre as principais destaques da vitória do Corinthians.

Maior campeão da história da LBF CAIXA, com três conquistas, o time comandado pelo técnico Antônio Carlos Vendramini vai em busca de seu quarto título nacional, o que seria o terceiro de forma consecutiva.

Em casa, Sampaio bate América e avança para Final 



Empurrado por milhares de torcedores no Ginásio Castelinho, em São Luís (MA), a equipe maranhense venceu mais um duelo equilibrado contra o Uninassau/América, desta vez por 58 a 47, e garantiu presença na Final do campeonato nacional. 

Com o resultado, o Sampaio Corrêa conquistou vaga para disputar a Final da sexta edição da LBF CAIXA logo em sua primeira temporada no principal campeonato de basquete feminino do Brasil.

Grande ‘isqueiro’ da festa da torcida do Sampaio, a ala Iziane saiu de quadra com 19 pontos e sete rebotes, e foi a protagonista do triunfo histórico da equipe maranhense. A armadora norte-americana Wheeler, com 12 pontos, sete rebotes e quatro assistências, e a ala Palmira, com dez pontos e sete rebotes, também tiveram atuações cruciais para a vitória do Sampaio.

Confira a programação completa da Final da temporada 2015/2016 da LBF CAIXA:
Jogo 1 – 17/04 (domingo), às 13 horas – Centro Cívico, em Americana (SP) – ao vivo no SporTV
Jogo 2 – 19/04 (terça-feira), às 18h30 – Centro Cívico, em Americana (SP) – ao vivo no SporTV
Jogo 3 – 24/04 (domingo), às 14h30 – Ginásio Castelinho, em São Luís (MA) – ao vivo no SporTV
Jogo 4* – 26/04 (terça-feira), às 19h30 – Ginásio Castelinho, em São Luís (MA) – ao vivo no SporTV
Jogo 5* – 30/04 (sábado), às 10 horas – Centro Cívico, em Americana (SP)– ao vivo no SporTV

Amistoso da seleção de basquete feminino no Recife (Folha de Pernambuco)

Link: aqui!

Barbosa convoca seleção para Sul-Americano

 O técnico da Seleção Brasileira Adulta Feminina, Antonio Carlos Barbosa, convocou, nesta quinta-feira (dia 14), as 15 jogadoras que irão realizar a preparação para o 35º Campeonato Sul-Americano, que será realizado de 20 a 26 de maio, em Barsiquimeto, na Venezuela. O Brasil vai em busca do 26º título na competição e o 16º consecutivo invicto. O Sul-Americano classifica os quatro primeiros colocados para a Copa América / Pré-Mundial de 2017, que irá classificar três países para o Campeonato Mundial, em 2018.

“Nessa primeira convocação procuramos chamar as jogadoras que estão em melhores condições para esta competição, mas lembrando que não é definitiva para os Jogos Olímpicos Rio 2016. Procuramos fazer uma lista enxuta e não muito ampla, com uma mesclagem de jogadoras jovens, outras que já vinham aparecendo nos ciclos anteriores e as mais experientes. O Sul-Americano não apresenta mais as facilidades das edições anteriores e não é o mesmo campeonato apresentado em outros anos. As equipes do continente evoluíram bastante”, disse o treinador brasileiro.

A Seleção Brasileira se apresenta no dia 2 de maio, às 12h de Brasília, em Campinas (SP), e realizará a preparação em dois períodos até o dia 17 de maio. Barbosa aproveitou para destacar os principais critérios utilizados na convocação para a disputa do Sul-Americano.

“Entre as convocadas teremos o retorno de jogadoras experientes e de minha confiança como as pivôs Kelly Santos e Êga. Elas possuem experiência e ainda estão em condições de jogar em nível internacional, além de serem importantes para o meu sistema tático. A armadora Adrianinha é indispensável para nossa equipe. Ela iniciou na seleção sob meu comando no Sul-Americano Juvenil do Equador (1996) e depois na Seleção Adulta no Sul-Americano do Brasil (1999) e no Pré-Olímpico de Cuba (1999)”, analisou Barbosa.

“De novidade temos as armadoras Joice Rodrigues e a Bárbara Honório, mas que já haviam trabalhado comigo no Sul-Americano Cadete do Equador (2001). Mantive também jogadoras que vinham no processo de renovação como Patrícia Teixeira, Tainá Paixão, Isabela Ramona e Tatiane Nascimento, além de mantermos outras que vinham bem na seleção ou que fizeram um bom Campeonato Nacional caso da Palmira, Jaqueline, Iziane, Nádia e Gilmara”, completou o técnico.

OBS: A Seleção Brasileira Feminina que disputará os Jogos Olímpicos Rio 2016, de 5 a 21 de agosto, será convocada na segunda quinzena de maio.



As oito seleções foram divididas em dois grupos de quatro. Na primeira fase jogam entre si nas suas respectivas chaves. As duas primeiras colocadas de cada grupo se classificam para a fase semifinal, nos seguintes cruzamentos: 1º A x 2º B e 1º B x 2º A. Os ganhadores disputam o título, enquanto os perdedores decidem o terceiro lugar.



Nome – Posição – Idade – Altura– Clube – UF

Adriana Moisés Pinto Mafra – Armadora – 37 anos – 1,70m – Uninassau / América de Recife (PE) – SP
Bárbara Generoso Honório – Armadora – 30 anos – 1,80m – Corinthians / Americana (SP) – SP
Gilmara Justino – Pivô – 35 anos – 1,83m – Corinthians / Americana (SP) – SP
Isabela Ramona Lyra Macedo – Ala – 21 anos - 1,80m – Sampaio Basquete (MA) – BA
Iziane Castro Marques – Ala – 34 anos – 1,82m – Sampaio Basquete (MA) – MA
Jaqueline de Paula Silvestre – Ala – 30 anos – 1,79m – Basketball Santo André (SP) – SP
Joice Cristina de Souza Rodrigues – Armadora – 29 anos – 1,76m – Corinthians / Americana (SP) – SP
Karina da Silva Jacob – Pivô – 30 anos – 1,85m – Sampaio Basquete (MA) – RJ
Kelly Santos Muller – Pivô – 36 anos – 1,93m – Uninassau / América de Recife (PE) – SP
Nádia Gomes Colhado – Pivô – 27 anos – 1,95m – Sampaio Basquete (MA) – SP
Palmira Cristina Marçal – Ala –31 anos – 1,78m –Sampaio Basquete (MA) – SP
Patrícia Teixeira Ribeiro – Ala – 25 anos – 1,76m – Maranhão Basquete (MA) – SP
Soeli Garvão Zakrzeski (Êga) – Pivô – 38 anos – 1,88m – Maranhão Basquete (MA) – PR
Tainá Mayara da Paixão – Armadora – 24 anos – 1,72m – Uninassau / América de Recife (PE) – SP
Tatiane Pacheco Nascimento – Ala – 25 anos – 1,81m – Uninassau / América de Recife (PE) – SP

Média de Idade: 30,2 anos
Média de Altura: 1,81m


Administrador: Bruno Gomes de Valentin
Coordenadora de Seleções: Adriana dos Santos Lopez
Técnico: Antonio Carlos Barbosa
Assistentes técnicos: Cristiano Cedra e Júlio César Patrício
Preparador Físico: Clóvis Roberto Rossi Haddad 'Vita'
Fisiologista: Rafael Júlio de Freitas Guina Fachina
Médico: Dr. Jorge Luiz Fernandes Oliva Junior
Fisioterapeutas: Milena Perroni, Paula Hensel e Tatiana dos Santos Cardoso
Nutricionista: Mirtes Stancanelli
Massagista: Joyce Aparecida Tozetto



Apresentação
Data: 2 de maio
Horário: 12h de Brasília
Local: Campinas/SP


Data: 2 a 17 de maio
Local: Campinas/SP


Período: 20 a 26 de maio
Local: Barsiquimeto (Venezuela)

Basquetebol feminino do XV estreia no final de semana no campeonato da Associação Regional



A equipe de basquetebol adulto feminino do XV/Unimep/Amhpla/Selam entra em quadra no próximo domingo, dia 17 de abril para sua estreia pelo Campeonato Livre Feminino que é organizado pela ARB (Associação Regional de Basquetebol de Iracemápolis).
O elenco comandado pelo técnico Ariel Rodrigues enfrenta a equipe da Prefeitura Municipal de Itupeva, a partir das 10h, na casa da adversária.
A equipe piracicabana de basquetebol adulto feminino disputa o Campeonato da ARB formada pelas atletas Ana Thaís e Jady (armadoras), Brenda, Emily, Ana Paula, Bruna e Rafaela (laterais), Larissa, Ellen e Fernanda Lú (pivôs). A comissão técnica é composta pelo técnico Ariel Rodrigues e o assistente técnico Marcus Vinícius Mendes da Silveira.
De acordo com o técnico Ariel Rodrigues, a equipe está praticamente com sua capacidade máxima de competitividade e viaja confiante na busca da vitória. “Depois de um longo período de treinamento chegou a hora de estreia e esperamos conquistar os primeiros pontos na fase de classificação.” – disse Ariel.
Após a estreia no próximo domingo, em Itupeva, a equipe piracicabana joga no dia 30 de abril, às 10h, enfrentando a representação da Prefeitura Municipal de Santa Bárbara d’Oeste, na casa da adversária.
O Campeonato Livre Feminino organizado pela ARB conta ainda com as participações das representações de Caieiras, Itatiba, Araras, Itu, Iracemápolis e Sorocaba.