terça-feira, 7 de novembro de 2017

Seleção sub-14 estreia com derrota no Sul-Americano

O Brasil foi superado pelo Equador por 45 a 40 na primeira rodada do Campeonato Sul-Americano Sub-14 Feminino, que está sendo realizado em Popayan, na Colômbia. 

Nesta terça-feira (dia 7), a seleção brasileira, volta à quadra para enfrentar o Chile, às 16h de Brasília. 

12 comentários:

Anônimo disse...

SEMPRE JOGADORAS DO ABRADESCO E OUTROS INSTITUTOS MANGUEIRA ETC...ONDE ESTAO JOGADORAS DO VALINHOS, GUARULHOS, TUPA , SANTO ANDRE SAO JOSE INDIGNADO SEMPRE AS MESMAS DOS MESMOS.....

Anônimo disse...

Nossa, e todo mundo achando que tinham arrumado o mundo feminino.
Tá difícil, muito difícil.

Anônimo disse...

Também com 14 dias de treinamento não se poderia esperar outra coisa

Anônimo disse...

Esse post vai bater recordes de comentários. Quando algo de positivo é publicado, um ou dois comentam, às vezes nenhum. Quando é algo negativo os urubus vem com sede, não perdoam nem crianças.

Anônimo disse...

Efeito cascata. CBB não fez mais Campeonato Brasileiro de Base. Americana e Ourinhos e Venceslau fecharam as categorias de base, Jundiaí perdeu patrocinador. Vários técnicos formadores saíram do feminino, como a Mila, Bassul, Borracha, etc. Seleção de Base fora das competições por praticamente três anos por causa da suspensão da CBB. Aí a gente vê seleção adulta sempre nas últimas posições, volei, handebol e futebol feminino sempre ganhando títulos e medalhas, então fica difícil. Que menina que gosta de esporte vai escolher jogar basquete? Complicado.

Anônimo disse...

O Brasil perdeu do EQUADOR na estreia e do CHILE na segunda partida. Realmente é triste essa realidade, mas acho que ficar nessa de deveria ter levado jogadora tal, de tal clube é bobagem. A questão é: As categorias de base do basquete feminino estão abandonadas e a seleção principal não se classificou para o Mundial. O que a CBB pretende fazer a respeito? Qual o plano da CBB para resgatar o basquete feminino? E ele vai ser colocado em prática quando? Em 2020 ou nunca?

Anônimo disse...

Perdemos para o Chile tb. 62x59

SOLANGE CANTOARIO disse...

Lamentável ! Panelinha na convocação frustando sonhos de tantos talentos q sonham com uma oportunidade por essas e outras q o Brasil vai passar vergonha tenho certeza . Deus não trabalha com arrumadinho não .

Anônimo disse...

chocado

Anônimo disse...

Nosso País é tão grande, com tantas meninas talentosas, não é possível que não se consiga formar uma equipe mais homogênea que nos represente melhor! Tá na hora de dar oportunidade a quem encara o espirito de guerreira e lógico desenvolvendo todo seu potencial para jogar em conjunto defendendo forte e atacando com velocidade, não desprezando os chutes de 03 na bola trabalhada. Vamos acabar com as panelinhas e convocar quem realmente quer vencer! Fica aí a dica CBB. Se é pra mudar vamos levar a coisa mais a sério o basquete não se restringe apenas a São Paulo! CERCA DE 50% DAS CONVOCAÇÕES. Tá ai os maus resultados! Os técnicos precisam de mais tempo pra treinar as equipes.

Anônimo disse...

echei que faltou um pouco de rodagem para procurar jogadoras boas no brasil sul, Nordeste,centro oeste, norte só existe são paulo. a seleção deveria se chamr seleção de São Paulo. Preguiça para procurar jogadoras.😧

Anônimo disse...

Muito bem, não vamos desmerecer o empenho dessas guerreiras, elas não tem muita culpa desses resultados, a CBB empenhou-se com muito esforço e de ultima hora resolveu para participar desse certame com pouquíssimo tempo de trabalho. Acredito que faltou mais acerto nas convocações e desperdício de talentos especialistas na bola de 03 pts, que hoje é um diferencial que todos almejam. Talvês agora estivéssemos comemorando a classificação para o mundial!