quinta-feira, 11 de agosto de 2016

Técnico do basquete feminino atribui eliminação à falta de planejamento (Folha)

Link: aqui!

23 comentários:

Anônimo disse...

Esse Barbosa eh um brinca;hão, se ganhasse ia falar que foi herói, agora que perdeu não foi culpa dele. Legitimo Brasileiro. Barbosa optou por levar uma seleção de idosas ao invés de dar seguimento ao processo de renovação, ta ai o resultado. Parabéns.

Anônimo disse...

Infelizmente me deparo com esta notícia. BArbosa já está ultrapassado. vexame para todos os brasileiros. horror de time.

Anônimo disse...

o mínimo de tudo isso que aconteceu é......tchau BARBOSA......até nunca mais.....

Anônimo disse...

Eu fiz uns comentários bem longos proclamando que a seleção perderia todos os jogos, pois esse estilo de jogo de colocar as meninas para jogar 30 a 40 minutos não cola mais. Hoje nem sei o que comentar. Parece que vem uma situação de não saber mais o que dizer ou o que fazer. O time já está fadado à eliminação, então, se o Barbosa pensa no futuro do basquete feminino vai colocar em quadra as meninas novas que ainda nem entraram em quadra para pelo menos dar a mísera experiência do último jogo do basquete feminino nas olimíadas de 2016 no Brasil, pois não adianta mais nada do Brasil vencer esse jogo, pouco importa isso. O único fruto bom desse último jogo é fazer as mais novas jogarem e deixar as pré-aposentadas no banco... Seja sábio Barbosa, por favor...

Anônimo disse...

Espero que depois disso tudo, ele seja demitido!

Anônimo disse...

SOU DE UMA REGIÃO QUE PRATICAMENTE NÃO EXISTE BASQUETE FEMININO (VALE DO PARAÍBA) MAS GOSTO E ACOMPANHO O BASQUETE FEMININO. MAS ENQUANTO TIVER ESSA GESTÃO DA CBB, E ESSAS FEDERAÇÕES ULTRAPASSADAS QUE DÃO SUSTENTAÇÃO POLITICA É O FIM DO ESPORTE!
A CBB É AMADORA EM TODOS OS SENTIDOS E AINDA RECEBE MILHÕES VIA LEI AGNELO/PIVA. TODO ANO FAZ PREPARAÇÕES RIDÍCULAS DE MENOS DE 1 MES DE TREINAMENTO, AMISTOSOS CONTRA CUBA.... E A REALIDADE É ESSA AI DESDE 2008...
SE O HANDEBOL FEMININO VIROU POTÊNCIA MUNDIAL AGORA O MASCULINO CRESCENDO BASTANTE, O POLO AQUÁTICO MASCULINO SEGUE ESSA TENDÊNCIA DE TRABALHO SÉRIO A PARTIR DE FILOSOFIA DE TÉCNICOS ESTRANGEIROS E AQUI ONDE JÁ FOMOS POTÊNCIA FAZEMOS O CAMINHO INVERSO...

Anônimo disse...

A minha maior preocupação é que provavelmente nem consiguiremos vaga próxima olimpíadas. Com que time????

Anônimo disse...

O Técnico leva 12 jogadoras e usa 7 o jogo inteiro. Sem falar que tem muita veterana. Basquete é um jogo de intensidade, não dá pra vc marcar com a mesma diposicao usando apenas poucas jogadoras e essas poucas ainda veteranas. Ele quer é ser vereador em Bauru. RECICLAGEM!!!! O absurdo que ele ainda dá palestras affff Isso é o Brasil...

Anônimo disse...

Quando o técnico perde o respeito já era. Ontem quando a Joice fez uma de suas loucuras o Barba chamous atenção dela.. O que ela fez? Virou as costas e soltou um palavrão que eu prefiro nao reproduzir, mas quem assistiu ao jogo sabe do que estou falando.

Anônimo disse...

Não é só planejamento! Só conseguimos resolver nossos problemas quando conseguimos enxerga-los. É notório que temos problemas na base, é fato!!!! MENOS para a jogadora Clarissa que VIVE OUTRA REALIDADE. Quem viu a entrevista de ontem após o jogo notou que ela não quer ver problemas, nem onde está claro. A POSITIVISTA.

Anônimo disse...

Bom dia!
Não estou aqui para julgar o que essa seleção fez, mas para dar a opinião de um torcedor que pagou por todos os jogos do Brasil e sai completamente decepcionado não por ter perdido, mas por essas atletas ficarem acomodadas e não terem raça para essa disputa onde todos sabiam que não seria nada fácil!
Primeiramente em relação a comissão técnica acho que somente a Adriana e o Clóvis fizeram sua parte pois Barbosa e seu assistente deixaram a desejar!

Taina: Uma armadora de excelente qualidade, mas peca na defesa. Acho que se fosse eu no lugar dela pediria uma chance de tentar fazer diferente e pediria uma oportunidade pois o que passou não volta talvez não terá outra chance pois as novinhas estão chegando e já tem armadoras bem melhores que ela!

Adrianinha: Dispenso comentários por mais "velha" que esteja faz muita diferença, ainda não tem nenhuma com qualidades iguais a dela de uma líder, pois armadora prepara seu time tem que ser líder em assistências e fazer suas companheiras jogarem!

Joyce: Me desculpa mas para mim é uma sem educação que manda seu técnico para aquele lugar em frente as câmeras e se acha superior a todos pois ela não usa a cabeça para jogar em equipe, ela nem sabe o que é equipe não respeita ninguém! Nem preciso falar como jogadora! Desculpe só te desejo crescimento pessoal e profissional.

Ramona: Calma sua hora vai chegar, pois você o pouco que participou se mostrou uma guerreira obrigada por fazer esse belo trabalho!

Damiris: Uma atleta carente em sua vida profissional, precisa que suas companheiras fiquem bajulando ela e falando você vai melhorar, você joga muito, assim ela consegue render pois se ninguém fala nada se faz de coitada e ai já viu né não faz nada!

Iziane: Calou a boca de muita gente, melhorou de mais em termo de equipe, jogou muito mesmo estando machucada, quer dizer jogou na raça e é por conta disso tudo que merece tudo que o basquete já te proporcionou. Parabéns

Clarissa: Meu Deus nem tem o que falar merece seus 50 mil de salario!

Nádia: Teve experiencia internacional graças a Erika e não melhorou nada!

Erika: Faltou brilhar todos nós esperávamos muito mais de você, dá uma entrevista contra Austrália falando que não deu o seu máximo, e que no Próximo jogo iria fazer melhor ainda estamos esperando o seu melhor, só não sei se você estava falando da LBF?

Kelly: Prefiro nem comentar, pois ela sabia que não ia render e foi mesmo assim! Egoísmo puro!

Palmira: Faltou muito mais muito dela em quadra não fez nada nada nada! Atleta de clube e não de seleção!

Taty: Melhoras



Anônimo disse...

Mais não foi o ILUSTRE coordenador de basquete da seleção que disse que o planejamento ja estava pronto e redondinho ? CAMBADA de MENTIROSOS , INCOMPETENTES isso sim !
Destruiram nosso basquete feminino e o Barbosa com essa tática JURÁSSICA terminou de enterrar . Ramona e Tainá com arremessos EXCELENTES de três pontos NÃO SEREM COLOCADAS em quadra é um ABSURDO !! Eu já vi essa menina Tainá jogando contra essa mesma seleção do Canadá que está ai ganhando de todo mundo como armadora titular do Brasil e meter 6 bolas de três para o Brasil fazendo o Brasil ganhar o jogo . A única coisa que esse Barboza conseguiu fazer foi tirar a confiança que essas meninas ja estavam adquirindo pra deixar em quadra Palmira e Kelly fazendo MERDA ! Tirou toda confiança da Nádia como pode essa menina parecia outra atleta quem viu ela jogando a Copa America sendo dominante no garrafão na LBF arrebentando o que o Barbosa conseguiu fazer com essa menina pra ela começar jogar tão mal ? O REI das desculpas !! Deve dar as mãos a CBB pois conseguiram .
Não adianta a hora agora é de pegar a LISDEIVI que é atualmente a MELHOR TREINADORA DO BASQUETE FEMININO junto com o Cris Cedra de Auxiliar e começar um trabalho forte . Temos 5 jovens atletas FORTES e ALTAS na equipe de São José inclusive uma delas a Vitória é a cestinha do Paulista , e começar um trabalho sério junto com as já experientes .
Temos : Tainá , Tassia , Joice Coelho , Tati Pacheco , Ramona , Damiris , Nádia , Clarissa , Fabiana Caetano que ja dão uma boa base .
Novas : Vitória , Maira , Mônica , Ana Beatriz , Kawani Firmino (Uma lateral muito boa de 1,89 e 20 anos )TEMOS MATERIAL para formar uma seleção forte fisicamente , Alta e com media de idade abaixo de 25 anos ! Falta um projeto sério e atitude só isso !!

Anônimo disse...

O mais triste é ver o tamanho da oportunidade desperdiçada.
Tínhamos material humano suficiente para formar uma equipe competitiva, com condições de vencer Japão, Belarus, Turquia e talvez até França e Austrália.
Vimos o que essas seleções apresentaram, não é nada além do básico.
Um técnico atualizado saberia fazer o básico, escalar um time melhor, implantar um sistema defensivo eficiente, rodar o time como é preciso no basquete moderno para manter a intensidade nos 40 minutos de jogo.
Com cerca de 10 jogos preparatórios de alto nível teríamos condições sim de fazer uma boa companha e ir para as quartas com chances de passar para a disputa de medalhas.
O desleixo da CBB com o basquete feminino e a passividade das atletas que aceitam e apoiam essa situação, nos tiraram essa chance e fizeram nossa última boa geração de atletas se despedir com mais um vexame internacional.
Como disse no início, tínhamos material humano para formar uma equipe competitiva, mas agora não temos mais e sabe se lá Deus quando o basquete feminino do Brasil vai uma Olimpíada novamente.

Anônimo disse...


Não só o preparo ,mas também o técnico. Se levasse as notavas também perderia.

engraçado...cad~e o apoio das jogadoras ...Hortensia, Paula Janete...foram na Vila conversar com as meninas? Passar uma força?

Até no futebol o treinador Titi foi...
Muito estranho...parece que todo mundo queria que perdesse mesmo.

Anônimo disse...

O Barbosa é um fãnfarrão.Protecionista,levou a Joice a Kelli e a Palmira por puro protecionismo.Cotou a Jaqueline ,a Patricia e a Gil que deveriam sem dúvida estar no lugar dessas 3.Taticamente na parte ofensiva as suas movimentações são ridículas.Defensivamente a seleção não existe.Tenho certeza que as meninas fariam um papel muito melhor se tivessem movomentações que dessem a elas pelo menos uma finalização um pouco mais tranquila.Hoje o jogo de transição é fundamental e o que parece é que o Barbosa não sabe nem o que é transição.Lamentavel.

Anônimo disse...

Nao aguento essa mesma pessoa comentando em todo post que ele deveria ter levado jaqueline. Ou vc é a jaqueline, ou algum parente mto proximo. Jaqueline é tao pessima quanto a palmira, e jamais deveria estar na seleçao, tanto qnt a palmira. Por isso nao vamos pra frente, cabeças mediocres..

Anônimo disse...

Paulino vai dizer que foi azar? Será? Será? Vamos aguardar...

Anônimo disse...

Com essa defesa não tinha como ganhar de ninguém, poderia fazer 100 pontos no ataque que ia ser derrotada. Defesa amadora que faz parecer ser a coisa mais fácil do mundo acertar cesta de três. Atletas arremessando livres o tempo todo nos buracos da nossa defesa e nossas atletas sempre atrasadas chegando pulando desesperadas. Barbosa acha que defesa não ganha jogo. Será que ele aos 80 anos aprendeu que defesa ruim perde sempre? Sem falar que as meninas se poupam na defesa por sabe que vão jogar 40 minutos. Que ninguém ressucite mais técnico antiquados e que as meninas tomem vergonha na cara e exijam um técnico de nivel Internacional como a seleção masculina tem a mais de quatro anos. Direitos iguais.

JOAO MARCOS ZANA disse...

BASQUETE FEMININO UMA VERGONHA!!
Estão querendo o fim da modalidade, acabem logo, uma Liga com seis equipes, péssimo nível técnico, equipes abandonando a disputa, é assim que estamos, nem uma vitória, não é a toa que outros esportes menos representativos têm tido muito mais êxito e espaço, até o Handbol já deixo nosso basquete feminino para trás, onde já se viu, com atletas que disputam as principais Ligas internacionais, mais umas três ou quatro de equipes nacionais, não daria para fazer um time no mínimo competitivo? É o fim mesmo, perdem uma oportunidade jogando Olimpíadas em casa de recuperar um pouco do prestígio, e fracassam vergonhosamente, todos culpados, de dirigentes a treinadores e atletas que adoram um Facebooke, tweeter, instagran, etc, mas conseguem ficar 8 (oito) minutos Olimpicos sem fazer uma cesta, é muita mediocridade mesmo.

Anônimo disse...

Queria lembrar que a seleção militar foi campeã, a universitária jogou com as principais seleções do mundo que estavam com o time que está jogando a olimpíada e foi elogiada por técnicos estrangeiros é uma questão de ver no site da fiba quem se destacou e por incrível que pareça ninguém comenta.....

Anônimo disse...

Agora que o Barbosa descobriu que o planejamento foi pífio? Pra mim ele tá justificando a pior campanha do basquete feminino nos jogos olímpicos em terceiros. Ele pensa que a Clarissa e a Damiris são Paula e Hortência. Coloca elas para jogarem mais de 30 ou até mesmo 40 minutos, sem parar. E as japonesas, australianas, francesas, fazendo revezamento. Ele não acorda e não conseque mais ver, nem perceber direito as falhas e erros que está fazendo. O que mais me irritou nesses jogos não foram as derrotas em si, mas a PERSISTÊNCIA no ERRO. Acho que já deu. Com todo o respeito que ele deve ter por ter feito no PASSADO pelo basquete feminino, deixe as meninas novas jogarem esse último jogo que sepulta de vez a história do basquete feminino nas olimíadas do Rio de 2016.

Anônimo disse...

Vamos dar oportunidades par novos jogadores e novos técnicos... Vamos renovar tudo! Acredito que ainda temos bons profissionais que podem ajudar. Eu montaria uma grupo responsável para fazer o planejamento do basquete feminino.
a) Uma pessoa experiente : MARIA HELEN CARDOSO;
b) Alguém que viveu essa transição : PAULO BASSUL;
c) Um estudioso e que não foi bem aproveitado: CRISTIANO CEDRA;
d) Um técnico da nova geração com potencial : LISDEIVI POMPA

E se eu fosse a CBB, chamaria esses 4 e encomendaria um Projeto/Planejamento para a seleção feminina de basquete, começando pelas seleções de base. E já informaria a todos que não haveria cobrança com menos de 6 a 8 anos, mas gostaria de ver uma evolução do time/jogadoras.

A grande verdade é que o mundo evoluiu e o Brasil parou no tempo. Temos bons técnicos ainda, mas entre eles o Barbosa não está.

Anônimo disse...

O QUE FALTOU FOI VERGONHA NA CARA DESSE DIRIGENTES QUE SÓ PENSAM NELES E NADA MAIS, DEPOIS CULPAM FALTA DE EMPENHO DAS ATLETAS, QUE SÓ CUMPREM ORDENS.