sexta-feira, 31 de julho de 2015

Técnica do Chicago sobre Clarissa: "É a jogadora mais forte que já vi"


As boas atuações de Clarissa dos Santos, rendem elogios da técnica do Chicago Sky, de  suas companheiras e da mídia especializada. Em entrevista ao site “SB Nation” a técnica Pokey Chatman declarou que se surpreende com seu desempenho, mesmo não sendo tão alta quanto as demais pivôs, “ela supera com energia e força”. “É a jogadora mais forte que já vi”. "Você esquece sua altura, porque ela é forte". A brasileira também respondeu a uma série de perguntas, publicadas no site especializada em WNBA.

Em apenas 16 minutos por jogo, Clarissa dos Santos tem uma média de 5,3 pontos e 4,9 rebotes.



O Chicago Sky vai sediar, nesta sexta-feira, dia 31, o jogo contra com o Los Angeles Spark, no Allstate Arena, às 19h30 (21h30 horário de Brasília). É o primeiro jogo entre essas equipes da Conferencia Leste e Oeste, nesta temporada da WNBA.
No noite de terça-feira, dia 28, a equipe do Chicago Sky fez um jogo dramático, decidido na prorrogação, contra o atual campeão da WNBA, o Phoenix Mercury, e perdeu por 89 a 87, com o placar de 78-78, no tempo regulamentar.  A pivô Clarissa dos Santos novamente fez parte do time titular e atuou por 21 minutos, recuperou 8 rebotes, deu 3 assistência e marcou 4 pontos.
 - Foi um bom jogo.  Começamos bem, com bastante contra-ataque, bolas recuperadas e abrimos uma vantagem, no final do primeiro tempo. No terceiro quarto não tivemos sucesso na finalização e permitimos que elas encostassem no placar. No ultimo quarto o placar não foi elástico e ficamos trocando pontos. A prorrogação é questão de detalhes, perdemos por 2 pontos, mas são coisas corrigíveis. Vamos pensar agora no próximo adversário – comentou Clarissa.

10 comentários:

Anônimo disse...

Concordo com a técnica do Chicago Sky. Lembro quando a Clarissa jogava no Fluminense (2.007), todos os jogos duplo-duplo e ela era bem nova.

Anônimo disse...

A Clarissa pelo Flumninense pegou em uma partida 36 (TRINTA E SEIS) REBOTES.

Anônimo disse...

Ela, Iziane e Erka, sao as unicas jogadoras k tem akele biotipo americano , pra jogar basquere de altissimo nivel....enquanto tem certas jogadoras aki no Brasil, k vc percebe k nao vai a uma academia nem se ker, um dia semana.....acomodadas! Parabens, Clarissa e Erika, no Chicaco...aaah! Una coisinha a mais: vi.outra entrevista com a tecnica e ela elogiava o entusiasmo da Clarissa, creditando aa jogadora o entusiasmo k contagiou o time , proporcionando, a virada da partida....ela gosta muito da Clarissa...

Anônimo disse...

E dos imbecis que foram técnico da seleção brasileira, apenas o Enio Vechhi em 2011 (23 anos) convocou a Clarissa apesar dela ser cestinha, reboteira e mais eficiente desde 2007 (19 anos). Já era para ela estar na seleção e consequentemente na WNBA a muito tempo. Os técnicos da seleção precisam parar de querer inventar jogadoras e de ignorar o que acontece nos clubes. Jogadoras que não jogam bem em clubes NUNCA vão jogar bem na seleção. Porque esses imbecis não percebem algo tão óbvio?

Anônimo disse...

Clarissa é fantástica. Ela mostra a todos que acham que entendem de basquete, que altura não é nada sem talento. Não são alguns centímetros a mais ou a menos que definem quem são as melhores.

Wilson Moraes disse...

Quem conheceu Clarissa desde o tempo de Miecimo da Silva e sua lapidação pelo Guilherme Vox no Fluminense, não se surpreende com o estágio atual.mistura força simpatia e humildade: tinha que dar certo,

Wilson Moraes disse...

Quem conheceu Clarissa em seu início no Miecimo e viu sua evolução após ser lapidada pelo Guilherme Vox no Fluminense não se surpreende com seu estágio atual
Muita força

Wilson Moraes disse...

Quem conheceu Clarissa em seu início no Miecimo e viu sua evolução após ser lapidada pelo Guilherme Vox no Fluminense não se surpreende com seu estágio atual
Muita força

Wilson Moraes disse...

Quem conheceu Clarissa em seu início no Miecimo e viu sua evolução após ser lapidada pelo Guilherme Vox no Fluminense não se surpreende com seu estágio atual
Muita força

lucas pellegatta disse...

Realmente è a jogadora que mais evolui no Brasil e WNBA!