sábado, 7 de março de 2015

Time Brasil vence a segunda edição do Desafio das Estrelas da Liga de Basquete Feminino (LBF)

Clarissa MVP 300x200 Time Brasil vence a segunda edição do Desafio das Estrelas da Liga de Basquete Feminino (LBF)O Time Brasil derrotou o Time Mundo, por 78 a 73 (34 a 34 no primeiro tempo), na segunda edição do Desafio das Estrelas da Liga de Basquete Feminino (LBF), que foi disputada neste sábado (07 de março), no ginásio Municipal Pedro Murilla Fuentes (Pedrocão), na cidade de Franca (SP). Esta partida integrou o Jogo das Estrelas – 2015, que contou também com o Jogo das Estrelas do Novo Basquete Brasil (NBB), através do apoio do Bradesco.
O duelo foi bastante equilibrado e corrido, com as duas equipes conseguindo realizar lances plásticos. Com esse panorama, o primeiro tempo terminou empatado – 19 a 15 (primeiro) e 15 a 19 (segundo). O terceiro quarto foi determinante para o resultado final, com a equipe brasileira, calcado no bom trabalho ofensivo e nos rebotes da pivô Clarissa dos Santos, conseguindo uma vantagem de 11 pontos (30 a 19).
Nos dez minutos finais, o quinteto das estrangeiras buscou a recuperação e chegou a baixar a diferença, contudo, sem conseguir se aproximar (14 a 20).
Os destaques do Time Brasil foram Clarissa dos Santos (26 pontos e 17 rebotes –double-double), Erika de Souza (12 pontos e 07 rebotes), Damiris do Amaral (09 pontos e 04 rebotes) e Tassia Carcavalli (08 pontos e 04 assistências). Já pelo Time Mundo, Tiffany Hayes (17 pontos), Tamera Young (14 pontos, 06 rebotes e 02 assistências), Tolu Omotola (08 pontos e 05 rebotes) e Matee Ajavon (08 pontos e 03 assistências).
“Esta foi uma festa bonita realizada para nós aqui em Franca, por isso, todos os envolvidos estão de parabéns. Saiu tudo completo, fechando com a nossa vitória, pois mesmo sendo um jogo com esse caráter festivo, queríamos vencer e conseguimos”, comenta a pivô Clarissa dos Santos, da ADCF Unimed/Americana, que defendeu o Time Brasil e foi eleita a Jogadora Mais Valiosa da Partida (MVP).Tiffany 300x200 Time Brasil vence a segunda edição do Desafio das Estrelas da Liga de Basquete Feminino (LBF)
“Estou muito emocionado com a festa, um dia sensacional na abertura, com as competições individuais e agora com este jogo muito legal, tudo isso com o ginásio sempre lotado. E, olha que estou velho para me emocionar”, relata o técnico Antônio Carlos Vendramini, também da equipe de Americana, que comandou o Time Brasil ao lado de Júlio Patrício, do Basquete Jaraguá, que foi o seu assistente.
Para a norte-americana Tiffany Hayes, do Uninassau/América, o evento foi emocionante. “Foi tudo muito bom, com excelente público e competições bem acirradas. Tentamos a recuperação no final e quase conseguimos, mas o que valeu foi a grande festa do basquete”, analisa a lateral.
A torcida francana deu um verdadeiro show nas arquibancadas do Pedrocão, interagindo bastante com os locutores e com a mascote Jaylo, além de vibrar com as jogadas.
Homenagem
flores 300x200 Time Brasil vence a segunda edição do Desafio das Estrelas da Liga de Basquete Feminino (LBF)No final do jogo feminino, os atletas do Jogo das Estrelas do NBB entraram em quadra com uma rosa e presentaram as jogadoras, em referencia ao dia Internacional da Mulher, que é comemorado nacionalmente no dia 08 de março.
Luto
A atleta Fran Nascimento, do Brasília/BasqueteVizi, não atuou na segunda edição do Desafio das Estrelas, devido ao falecimento da sua mãe, Dona Therezinha, ocorrido na manhã deste sábado (07 de março). A jogadora viajou para Ourinhos (SP), logo que recebeu a notícias. Os dois times jogaram enlutados e foi respeitado um minuto de silencio em homenagem póstuma a mãe da atleta.
Fonte: LBF

6 comentários:

Anônimo disse...

Adrianinha, Tássia, Iziane, Clarissa e Erika. Isso sim é uma seleção.

Anônimo disse...

O técnico da seleção feminina não esteve em Franca para assistir as melhores atletas do Brasil jogando. Que vergonha.

Anônimo disse...

Ué, cade os críticos que disseram q o brasil ia perder feio ????
Só sabem falar mal isso sim

Schineider Oliveira disse...

Mais uma vez: Parabens Clarissa! Eh facil.perceber quanto a jogadora ama fazer.o.k faz...

Anônimo disse...

Quem falou que o time LBF Brasil ia perder feio??? Cade o corneta???

Anônimo disse...

Sem treino, o Vendramini fez a LBF Brasil jogar mil vezes melhor do que a seleção que o Zanon treina tem dois anos.